Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Provérbios 6

A paz do Senhor irmãos!


O texto deve ser considerado por inteiro, muito rico em ensinos e sabedoria, mas serão destacados alguns pontos importantes.


A – Nos tempos antigos, aquele que não pudesse pagar uma dívida, perderia o que tinha e passaria a ser escravo. Hoje em nossos dias, mesmo com leis diferentes, o que não paga uma divida, de certa forma, também fica escravo. No comércio, o nome do devedor será exposto numa lista, e não conseguirá mais crédito para comprar em outros estabelecimentos, sem falar, nos juros exorbitantes, que faz com que o montante da dívida seja multiplicado em pouco tempo. 

Mas isto é um problema apenas dos que vivem fora da igreja e estão no mundo. Não acontece dentro das igrejas. ou será que acontece?

E um problema sério da falta de temor a Deus, pois, quantos testemunhos temos conhecimento, de irmãos e até lideres de igrejas: pastores, etc. Deixam de pagar suas dívidas; também não se importam com os irmãos que ficaram por fiadores, e assim, espezinham os mandamentos de Deus. Então não são verdadeiramente servos de Deus mas de outra coisa. 

"Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?" (RM 6:16).

O alerta neste provérbio não é para nunca sermos generosos e deixar de ajudar o próximo se o pudermos fazer, se não erramos também (TG 4:17). Mas, que não devemos assumir dívidas que não possamos pagar. 

B - Advertência contra a preguiça está em vários provérbios, é um caso sério, pois, pode levar para caminhos de destruição.

Muitas vezes, o orgulho, arrogância e o querer viver o que não tem, faz com que uma pessoa encontre falsas justificativas para não trabalhar. Não serve para elas começar em ocupações simples, e acha que isto é uma forma de se valorizar. Não aceitam ganhar salários baixos, mas, não querem fazer por onde, e nem se qualificar. 

Assim muitos preferem seguir o caminho da necessidade e de ser carga na vida de outras pessoas, e acreditam que seja obrigação dos pais e familiares. Outros, se enveredam pelo mundo dos pecados de prostituição e crimes, a falsa maneira fácil de ganhar a vida, porém, é a que mais rápida destrói uma vida.

C - O salário do pecado é a morte. (RM 6:23). Não nos enganemos, a morte é o lugar para o qual o pecado nos leva. O adultério, a promiscuidade, é algo muito combatido nas escrituras, Jesus Cristo disse, que até o olhar com desejo para outra pessoa, já configura pecado. A imoralidade sexual é um pecado contra o corpo, que pertence a Deus. (1CO 6:18,19). Por tanto, temos de resistir as paixões carnais. 

Famílias são destruídas, assassinatos são cometidos, vidas são perdidas, pela falta do temor de Deus. Os adultérios e promiscuidade são banalizados diariamente. 

O adultério por exemplo, deixou de ser crime perante o código penal em 2005. Mas isso somente perante a lei dos homens, mas quem disse, que deixou de ser pecado perante Deus? há ninguém disse, é verdade, então, nós seres humanos pecamos por consciência mesmo. Isto é, pela fala do temor de Deus.

Que possamos desviar das paixões humanas, das convenções do mundo, das nossas escolhas pessoais, da fragilidade humana, ou, qualquer outro nome que possa se dar ao pecado. E seguir reto no caminho, verdade e vida Jesus Cristo.



Provérbios 6

1  FILHO meu, se ficaste por fiador do teu companheiro, se deste a tua mão ao estranho,
2  E te deixaste enredar pelas próprias palavras; e te prendeste nas palavras da tua boca;
3  Faze pois isto agora, filho meu, e livra-te, já que caíste nas mãos do teu companheiro: vai, humilha-te, e importuna o teu companheiro.
4  Não dês sono aos teus olhos, nem deixes adormecer as tuas pálpebras.
5  Livra-te, como a gazela da mão do caçador, e como a ave da mão do passarinheiro.
6  Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio.
7  Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador,
8  Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento.
9  Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono?
10  Um pouco a dormir, um pouco a tosquenejar; um pouco a repousar de braços cruzados;
11  Assim sobrevirá a tua pobreza como o meliante, e a tua necessidade como um homem armado.
12  O homem mau, o homem iníquo tem a boca pervertida.
13  Acena com os olhos, fala com os pés e faz sinais com os dedos.
14  Há no seu coração perversidade, todo o tempo maquina mal; anda semeando contendas.
15  Por isso a sua destruição virá repentinamente; subitamente será quebrantado, sem que haja cura.
16  Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina:
17  Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente,
18  O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal,
19  A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.
20  Filho meu, guarda o mandamento de teu pai, e não deixes a lei da tua mãe;
21  Ata-os perpetuamente ao teu coração, e pendura-os ao teu pescoço.
22  Quando caminhares, te guiará; quando te deitares, te guardará; quando acordares, falará contigo.
23  Porque o mandamento é lâmpada, e a lei é luz; e as repreensões da correção são o caminho da vida,
24  Para te guardarem da mulher vil, e das lisonjas da estranha.
25  Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te prendas aos seus olhos.
26  Porque por causa duma prostituta se chega a pedir um bocado de pão; e a adúltera anda à caça da alma preciosa.
27  Porventura tomará alguém fogo no seu seio, sem que suas vestes se queimem?
28  Ou andará alguém sobre brasas, sem que se queimem os seus pés?
29  Assim ficará o que entrar à mulher do seu próximo; não será inocente todo aquele que a tocar.
30  Não se injuria o ladrão, quando furta para saciar-se, tendo fome;
31  E se for achado pagará o tanto sete vezes; terá de dar todos os bens da sua casa.
32  Assim, o que adultera com uma mulher é falto de entendimento; aquele que faz isso destrói a sua alma.
33  Achará castigo e vilipêndio, e o seu opróbrio nunca se apagará.
34  Porque os ciúmes enfurecerão o marido; de maneira nenhuma perdoará no dia da vingança.
35  Não aceitará nenhum resgate, nem se conformará por mais que aumentes os presentes.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vamos orar
Soberano Deus e Eterno Pai! Entro em sua presença nesta hora, para pedir que abençoe essa pessoa que está orando comigo, Nas áreas: física, financeira, espiritual, conjugal, sentimental e familiar. Pai! Se por algum motivo, o inimigo estiver tramando algo, para atrapalhar os planos e sonhos dessa pessoa que é tão importante pra ti e para mim!
Nessa hora seja desfeito todo mal; em nome do Senhor Jesus Cristo; envia anjos ao redor da vida dela, e faz dela mais que vencedora...
Para que o nome do senhor seja glorificado através dessa oração.
( 1TIMÓTEO cap2- 1 ao 6 )