Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O abençoar é de Deus!

A paz do Senhor irmãos

Salmo 65
4 Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo.
5 Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra, e daqueles que estão longe sobre o mar.

A nossa esperança está em Deus, que nos permite habitar em sua presença, e assim, estarmos debaixo de sua proteção, independente se estamos nos lugares mais isolados da terra ou do mar. Nenhum lugar é isolado de Deus.


9 Tu visitas a terra, e a refrescas; tu a enriqueces grandemente com o rio de Deus, que está cheio de água; tu lhe preparas o trigo, quando assim a tens preparada.
10 Enches de água os seus sulcos; tu lhe aplanas as leivas; tu a amoleces com a muita chuva; abençoas as suas novidades.
11 Coroas o ano com a tua bondade, e as tuas veredas destilam gordura.
12 Destilam sobre os pastos do deserto, e os outeiros os cingem de alegria.
13 Os campos se vestem de rebanhos, e os vales se cobrem de trigo; eles se regozijam e cantam.

O abençoar, somente Deus pode, com as bençãos que tanto esperamos, e que muitas vezes parecem tão distantes de nossas realidades, até, as necessidades que nos são desconhecidas, e que nem daria tempo de pedir. O Senhor trabalha as bençãos no passado, para nos entregar no futuro tempo de hoje, que chamamos de "O tempo certo de Deus". Que é o melhor para nossas vidas.

Que possamos agradecer e dar glórias a Deus em todo o tempo.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

O foco é valorizar a oportunidade do viver.

A paz do Senhor irmãos

Ultimo dia deste ano, passa um filme em nossas memórias, dos acontecimentos e das experiências vividas neste período. Algumas positivas, outras negativas; acertos e erros; quedas e edificações, sorrisos e choros, alegrias e tristezas, etc. Mas se estou escrevendo esta mensagem e você está lendo, já é um ponto positivo, pois, muitos não estão tendo esta oportunidade. Temos de valorizar a vida, o bem precioso dado por Deus e garantido na obra redentora de Cristo.

Para um grande número de pessoas: grandes ou pequenos; personagens públicas e reconhecidas nacionalmente ou simplesmente anonimas; ricos ou pobres, neste ano que passou, para muitos o tempo acabou, a corrida  terminou, o pó voltou a terra e o espírito a Deus que o deu (EC 12:7). Mas estamos aqui, com a  oportunidade de rever nossos atos e ações, deixar as coisas que não agradam a Deus e seguir pelo Caminho Verdade e Vida que é Jesus Cristo (JO 14:6), e poder nos achegar aos pés do Senhor. (TG 4:8). 

A palavra do Senhor nos diz que, independente de nossa situação atual, melhor é estarmos vivos, pois ainda há esperança. (EC 9:4). Não importa a situação, por mais difícil que seja,  melhor é o cão vivo do que o leão morto, por tanto, deixemos nossas lamúrias de lado e sigamos dando glórias a Deus. 

Pelo menos em algum período de nossas vidas, vivemos aflições nesta terra, tivemos dias sem paz, e nesta situação, passamos a valorizar a paz, apreciar, até, recomendar que se busque os caminhos e atitudes que levem a este paraíso que é viver com paz. Poder deitar e dormir, poder sorrir, não baixar a cabeça por nada, honrar nossos compromissos, etc. Mas será qual a sensação de perder a Vida? (LC 16:19-31)

Quem voltou da morte e contou suas experiências? Não se tem registros, por exemplo, de algum texto de lazaro (JO 11: 1-45) e de nenhum outro que foi ressuscitado (LC 7:11-17; LC 8:40-56) etc. Não se tem registros, pois não tiveram lembranças e não é o foco. O foco é valorizar a oportunidade do viver.

Jesus Cristo, poderia, ter falado sobre, pois é Deus. Mas, quando ressuscitou não focou na perda da vida, nem na experiencia de morrer e reviver, mas, sim no fato de estar vivo, concluído a sua obra e o cumprimento do planto redentor de Deus. Destacou a esperança do viver, o amor ao próximo e na obra de Deus a ser realizada aqui na terra. 

Deus age de várias formas em nossas vidas, de acordo com sua vontade e decisão.  Muitas vezes o seu agir não vai ser de acordo com aquilo que esperamos ou  planejamos. Mas independente da forma com que age, temos de dar glórias a Deus, pois, sempre e sempre vai fazer o que é melhor para nossas vidas.

Hoje é um dia para refletir e agradecer a Deus, pelo presente maravilhoso que é a vida e a oportunidade de rever nossos erros e acertos. Continuar fazendo o que é certo e corrigir as falhas. Estamos vivos há esperança, Deus não desistiu de nós, não desistamos da obra de Deus e do alvo que é Cristo. 



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6). 



sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Um dia para meditar

A paz do Senhor irmãos!

Há alguns milênios atrás nasce um menino, aparentemente, como todos os outros, necessitando de tutores e cuidados iniciais nesta terra, teve Maria e José, mas, diferente dos outros meninos, era Deus encarnado. 

Sua parte Divina existia desde sempre: JO 17: 5 E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. Nada foi acrescentada a divindade de Cristo, porém, para vir a terra necessitava de uma forma humana.(RM 1:3,4).
A Manifestação de Deus em forma humana nunca tinha ocorrido antes? 

Gênesis 18: 1 ao 18 A palavra nos diz que o SENHOR, isto é, Deus apareceu a Abraão em forma humana. Três varões, beberam e comeram. Quando vem escrivo SENHOR em maiúsculo nas Escrituras refere-se a Deus.

Já sabemos que a vinda de Jesus Cristo, não necessariamente, precisava ser por nascimento de uma mulher. Deus é o Criador único, pode fazer o que quiser. Não podemos esquecer que somos apenas criaturas.  

Mas por quê teria de nascer como qualquer outro homem nasce? 

A questão do nascimento através de uma mulher, é que Jesus Cristo teria de passar por tudo que passamos, desde o nascimento até a morte. Por um homem veio o pecado sobre a terra, a saber, Adão, assim por um homem o resgaste seria pago a Deus, a saber, através de Jesus Cristo. 


Romanos 5
 18 Pois assim como por uma só ofensa veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também por um só ato de justiça veio a graça sobre todos os homens para justificação de vida.

19 Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.


Para cumprir o protocolo, por assim dizer, da salvação, Jesus Cristo deveria passar por tudo que passamos. Necessitada nascer de uma mulher, que iria conceber através do Espírito Santo de Deus. Passar pela experiência do nascer, pelas tentações e provações que passamos: humilhações, traições, angústias, fome, cansaço, descaso, etc. Porém sem pecados. Mais tarde também pela experiência da morte, seu sangue derramado como oferta pelos nossos pecados, cumprindo assim o plano de Deus para nossa reconciliação.

Os planos de Deus não são compreendidos pelo homem, apesar de anunciado (IS 7:14), e de presenciarem tantos milagres e os ensinos de Cristo, os homens não aceitaram a vontade de Deus. E assim aqueles que detinham o conhecimento das Escrituras não puderam enxergar a execução do plano de Deus, do qual, presenciaram. 

Muitas vezes deixamos de aproveitar a presença de Deus, porque não aceitamos a sua vontade e nos negamos a crer naquilo que está fora das nossas convicções. 

O homem que vive baseado em convicções pré-estabelecidas e não consegue analisar e meditar sobre o que realmente nos direcionou na sua Palavra, a obra e a vontade de Deus, vai continuar preso as correntes das convicções que o próprio homem cria. 

Nenhuma instituição religiosa, denominação, vontade e tradição podem prevalecer sobre as Escrituras, o que realmente importa é a vontade de Deus. Ou será que é a do homem? É fácil saber de onde vem o ensino, faça uma análise junto as Escrituras, se estiver indo contra o que está escrito, refute, não é de Deus. 

Atos 5
29  Porém, respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Mais importa obedecer a Deus do que aos homens.

Um dia para meditar sobre a renovação em nossas vidas, assim como o renovo veio aos homens que possamos renovar nossas vidas junto ao nosso Senhor Jesus Cristo, que é o único caminho que leva a Deus.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).








quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Feliz Natal!

A paz do Senhor irmãos!

Data única na história da humanidade, um presente nos foi ofertado,  tesouro,  sem condições de quantificar e qualificar seu valor.

2CO 5: 18  E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; 

Deus ao enviar seu Filho estava nos oferecendo um presente divino, a reconciliação consigo mesmo, e isto, o valor deste presente somente Deus poderia pagar, os homens não podem qualificar e nem quantificar este valor, pois, somos apenas criaturas.

Um anúncio vindo de Deus que de uma virgem viria o salvador, para ninguém tivesse dúvidas que é um presente de Deus, de forma nunca vista e que nunca mais será feita.

Deus em forma humana, o nosso rochedo, fortaleza, a nossa salvação, lugar onde podemos nos refugiar. Aquele que passou por tudo que passamos, mas, sem pecados. 

Provavelmente Jesus Cristo não nasceu no dia 25 de dezembro. 
Lembrando que  o importante não é a data verdadeira que se perdeu, mas, o fato do seu nascimento. Por tanto, sendo a data definida para que se faça memória ao nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo, que possamos alegrar nossos corações e agradecer a Deus pela salvação. 

Apenas cuidemos para não fazer isto de forma errada, alegremos sim, mas, não nos desviemos da boa conduta perante Deus. E que possamos ensinar as crianças o verdadeiro motivo da comemoração desta data, e não desviarmos sua atenção para personagens e símbolos imaginários. 

A oportunidade de renovação de nossas vidas veio com Cristo. Que possamos aceitar este presente e renovarmos nossas vidas em Cristo, como uma criança que nasce.

Obrigado meu Senhor pela misericórdia e  pelo amor verdadeiro, único, excelso, e incompreendido por nós homens.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça de Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6)





quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Provérbios - Título - Autor e Data

PROVÉRBIOS DE SALOMÃO


TÍTULO

Na Bíblia hebraica, o título é "provérbios de Salomão"(1.1), com também na versão grega, a Septuaginta. O Livro reúne os 513 provérbios mais importantes dentre os mais de 3.000 expostos por Salomão (1RS 4:32; EC 12:9), ao lado de alguns provérbios de outros autores que certamente foram influenciados poe esse rei. 

A palavra "provérbio" Significa "ser como"; assim, Provérbios é um livro de comparações entre as imagens comuns de concretas da vida com suas verdades mais profundas. São declarações, ou, ilustrações, morais simples que destacam e ensinam as realidades fundamentais da vida. 

Salomão buscava a sabedoria de Deus (2CR 1:8-12) e forneceu "ditos práticos" criados para levar os homens a contemplar:
1 - O temor de Deus
2 - A vida segundo a sabedoria de divina (1:7; 9:10).

A síntese dessa sabedoria está personificada no Senhor Jesus Cristo (1CO 1:30).

Podemos observar em 2CR 1:2-12 que Salomão buscou primeiro o servir a Deus, pediu sabedoria para poder agir conforme a vontade de Deus, com justiça e justo juízo. Buscai primeiro o reino de Deus e as outras coisas vos serão acrescentadas. (MT 6:33). Assim foi com Salomão.


AUTOR E DADA

A expressão "Provérbios de Salomão" está mais para um título do que para uma afirmação absoluta de autoria(1.1). Conquanto o rei Salomão, que governou Israel de 971 a 931 a.C., e recebeu grande sabedoria de Deus (1RS 4:29-34), seja o autor da seção didática (cap. 1 - 9) e dos provérbios de 10:1 - 22:16, e bem provável que seja apenas o compilador dos " Preceitos e admoestações dos sábios", em 22:17 - 24:34, que pertencem a uma data incerta anterior ao reinado de Salomão. A compilação nos caps. 25 - 29 foi originalmente escrita por Salomão (25:1), mas copiada e incluída mais tarde por Ezequias, o rei de Judá (715-686 a.C). O cap. 30 reflete as palavras de Agur, e o cap. 31, as de Lemuel, que talvez fosse o próprio Salomão. 

Os provérbios forma reunidos em sua forma final nos dias de Ezequias ou depois disso. Salomão escreveu seus provérbios antes que seu coração se afastasse de Deus (1RS 11:1 - 11), já que o livro revela uma perspectiva piedosa e está dirigido aos "simples" e "jovens" que necessitam aprender o temor do Senhor. Salomão também escreveu dois Salmos (SL 72 e 127), Eclesiastes e Cântico dos Cânticos. 

Texto do Estudo - Bíblia. De Estudo MacArthur. Almeida Revista e Atualizada. São Paulo, Sociedade Bíblica do    Brasil - 2010. 



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

Provérbios - Pano de Fundo - Temas Históricos e Teológicos

PROVÉRBIOS DE SALOMÃO


PANO DE FUNDO

O livro apresenta três cenários:
1 - A literatura de sabedoria geral;
2 - As visões da corte real;
3 - A instrução que é fornecida na amorosa ligação que um pai e uma mãe têm com seus filhos, tudo designado para provocar a reflexão sobre Deus.

Uma vez que a literatura de provérbios pertence à literatura de sabedoria, pela própria natureza é algumas vezes de difícil entendimento (1:6). A literatura de sabedoria integra toda a verdade do AT; o sacerdote enunciava a lei, o profeta transmitia a palavra vinda de Deus, e o sábio fornecia o seu conselho (JR 18:18; EZ 7:26). Em Provérbios, Salomão, o sábio, traz esclarecimento aos intricados temas da vida (1:6) que não são diretamente tratados na lei ou nos profetas. 

Apesar de prático, Provérbios não é superficial nem leviano, pois contém elementos morais e éticos que enfatizam a vida reta que é consequência de um relacionamento correto com Deus. Em 4:1-4, Salomão uniu três gerações quando confiou a seu filho Roboão o que havia aprendido aos pés de Davi e Bate-Seba. 

Provérbios atua como um padrão para a amorosa transmissão da verdade de geração a geração, e como um vasto recurso para o conteúdo da verdade a ser transmitida. Esse livro contém os princípios e aplicações das Escrituras que personagens piedosos da Bíblia apresentaram em suas vidas. 


TEMAS HISTÓRICOS E TEOLÓGICOS

Salomão subiu ao trono com grande promessa, privilégio e oportunidade. Deus atendeu ao seu pedido por entendimento (1RS 3:9-12; 2CR 1:10-12), e sua sabedoria excedeu a de qualquer outro homem (1RS 4:29-31). Todavia, a triste realidade é que ele falhou em viver as verdades que conheceu e até transmitiu a seu filho Roboão (1RS 11:6 -11), que acabou rejeitando o ensinamento de seu pai (1Rs 12:6-11).


" Interessante que os próprios escritores dos tempos antigos, registravam além dos acertos e honras perante Deus, também os erros para servir de alerta a todos, inclusive nós. Não podemos julgar nossos irmãos, todos erramos e necessitamos da graça de Deus, aquele que tiver sem pecados, pode atirar a primeira pedra. Assim como salomão, Jacó, sansão, e outros personagens bíblicos também erraram, mas, também serviram a Deus, e somente o SENHOR poderá julgar, se o fizermos, estaremos errando, cuidado com os julgamentos."

Provérbios contem uma mina de ouro de teologia bíblica, refletindo temas das Escrituras que são levados até o nível da justiça prática (1:3) por tratar das escolhas éticas do homem, trazendo à discussão a maneira em que ele pensa, vive e administra a sua vida diária à luz da verdade divina. De modo mais específico, esse livro conclama o homem a viver da maneira que Deus planejou que vivesse quando criou a raça humana. (SL 90:1-2,12).

A promessa constante de Provérbios é que, de modo geral, os sábios (os justos que obedecem a Deus) têm via mais longa (9:11), prosperidade (2:20-22), sentem alegria (3:13-18) e a bondade de Deus nesta terra (12:21), enquanto os loucos sofrem vergonha(3:35) e morte (10:21). Por outro lado, vale lembrar que o princípio geral é equilibrado pela realidade de que os ímpios às vezes prosperam (SL 73:3,12), ainda que apenas temporariamente (SL 73:17-19). Jó fornece a ilustração de que há momentos em que homens justos e sábios enfrentam desgraça e sofrimentos. 

Em Provérbios, vários temas importantes são discutidos; eles são apresentados de modo aleatório e tratam de diferente tópicos, por isso trona-se útil estudar os provérbios de acordo com seus temas, como ilustrado abaixo. 

I. O relacionamento do homem com Deus
A -  Sua confiança                                       Pv 22:19
B - Sua humildade                                      Pv 3:34
C - O temor de Deus                                   Pv 1:7
D - Sua retidão                                            Pv 10:25
E - Seu pecado                                             Pv 28:13
F - Sua obediência                                       Pv 6:23
G - Considerando a recompensa               Pv 12:28
H - Considerando as provações                 Pv 17:3
I - Considerando as bênçãos                      Pv 10:22
J - Considerando a morte                           Pv 15:11

II - O relacionamento do homem consigo mesmo
A - Seu caráter                                           Pv 20:11
B - Sua sabedoria                                       Pv 1:5
C - Sua insensatez                                      Pv 26:10-11
D - Seu discurso                                         Pv 18:21
E - Seu autocontrole                                  Pv 6:9-11
F - Sua bondade                                         Pv 3:3
G - Sua riqueza                                          Pv 11:4
H - Seu orgulho                                          Pv 27:1
I - Sua ira                                                   Pv 29:11
J - Sua preguiça                                         Pv 13:4

III - O relacionamento do homem com outras pessoas
A - Seu amor                                              Pv 8:17
B - Seus amigos                                          Pv 17:17
C - Seus inimigos                                       Pv 16:7
D - Sua honestidade                                   Pv 23:23
E - Seus mexericos                                     Pv 20;19
F - Como pai                                              Pv 20:7; 31:2-9
G -Como mãe                                            Pv 31:10-31
H - como filho                                           Pv 3:1-3
I - Quanto à Educação dos filhos              Pv 4:1-4
J - Quanto à disciplina dos filhos              Pv 22:16

Os dois temas principais, que estão interligados e se repetem por todo o livro, são a sabedoria e a insensatez. A sabedoria, que inclui conhecimento, compreensão, instrução, prudência e obediência, é baseada no temor do Senhor e na Palavra de Deus. A insensatez é exatamente o contrário da sabedoria.


Texto do Estudo - Bíblia. De Estudo MacArthur. Almeida Revista e Atualizada. São Paulo, Sociedade Bíblica do    Brasil - 2010. 




Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

Provérbios - Dificuldade de Interpretação - Esboço

PROVÉRBIOS DE SALOMÃO


DIFICULDADES DE INTERPRETAÇÃO


O Primeiro desafio é a natureza geralmente esquiva da própria literatura de sabedoria. Como as parábolas, as verdades propostas muitas vezes ficam encobertas se observadas apenas de modo superficial, precisando, assim, serem ponderadas no coração (1:6; 2:1-4; 4:4-9).

Outro desafio é o uso extensivo de paralelismos, que é a colocação de verdades lado a lado para que a segunda linha explique, complete, defina,  enfatize ou alcance a conclusão lógica, o final definitivo, ou, em alguns casos, o ponto de vista contrastante. Normalmente, o verdadeiro paralelo está apenas implícito. Por exemplo, 12:13 contém um paralelo não declarado, mas claramente subentendido - o que o juto supera suas aflições por causa do seu discurso virtuoso (cf 28:7).

 Ao interpretar provérbios deve-se:
1 - Determinar o paralelismo e normalmente ter de completar o sque era suposto, mas que não foi declarado pelo autor;
2 - Identificar as figuras de linguagem e parafrasear o pensamento sem essas figuras; 
3 - Resumir a lição ou o princípio do provérbio em poucas palavras;
4 - Descrever o comportamento ensinado;
5 - Encontrar exemplos dentro da Escritura.

São encontrados desafios também nos vários contextos de Provérbios, todos os quais afetam a interpretação e a compreensão. Primeiro, há o cenário em que foram proferidos; a maior parte deles foi escrita no contexto dos jovens na corte do rei. Segundo, há o cenário do livro como um todo e como seus ensinos devem ser compreendidos à luz do restante da Escritura. Por exemplo, vale a pena comparar a sabedoria ensinada por Salomão com a sabedoria que Cristo personificou. terceiro, há o contexto histórico que os princípios e verdades usam para extrair as ilustrações de seu próprio cotidiano.

O desafio final consiste em compreender que os provérbios são diretrizes divinas e observações sábias, ou seja, ensinam princípios básicos (24:3-4) que nem sempre são leis inflexíveis ou promessas absolutas. Essas expressões de regra geral (cf 10:27; 22-4) normalmente têm "exceções" devido à incerteza da vida e ao comportamento imprevisível dos homens caídos. Deus não garante o resultado ou aplicação uniforme para cada provérbio, mas, ao estudá-los e aplicá-los, pode-se compreender a mente de Deus, seu caráter, seus atributos, suas obras e  suas bênçãos. Todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento expressos em Provérbios estão escondidos e m Cristo (CL 2:3).


ESBOÇO

I - Prólogo (1:1-7)
     A - Título          (1:1)
     B - Propósito     (1:2-6)
     C - Tema           (1:7)

II - O louvor e a sabedoria para o jovem (1:8 - 9:18)

III - Provérbios para todos (10:1 - 29:27)
     A - De Salomão                                                   (10:1 - 22:16)
     B - De homens sábios                                          (22:17 - 24:34)
     C - De Salomão, compilados por Ezequias         (25:1 - 29:27)

IV - Notas pessoais (30:1 - 31:31)
     A - De Agur        (30:1 - 33)
     B - De Lemuel    (31:1 - 31)



Texto do Estudo - Bíblia. De Estudo MacArthur. Almeida Revista e Atualizada. São Paulo, Sociedade Bíblica do    Brasil - 2010. 



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).








Provérbios 1

A paz do Senhor irmãos!

O texto deve ser considerado por inteiro, muito rico em ensinos e sabedoria, mas serão destacados alguns pontos importantes.


A – O temor do Senhor é a porta para adquirir sabedoria, entendimento, andar em justiça, bom  juízo e tratar todos com igualdade. Melhor do que tesouros e mais útil do que a força, é a sabedoria que o Senhor concede.

B - Sabedoria não se limita ao conhecimento, mas, se estende ao temor do Senhor, há uma vida nos preceitos de Deus, em piedade, humildade, e misericórdia. Pois este é plano de Deus para nossas vidas.

C - Mostra a atenção que os pais devem ter com seus filhos, educando, corrigindo, orientando, em todos os passos, desde criança até a fase jovem. Esta fase é onde a maioria se perde, acreditando que já sabem tudo da vida, e que vão construir um novo mundo, diferente, inovador, avançado e evoluído. E por estes pensamentos podem se perder na busca ilusória, pois, nada há de novo debaixo do sol. O conhecimento sem Deus é apenas nuvem sem chuva.

Um grave problema está instaurado nas famílias em todo o mundo, a educação dos filhos. A comunicação e a convivência estão ficando cada dia mais difícil e complicada. Pais não tem  tempo para os filhos, vivem correndo de um lado para o outro, ao invés de orientar, apenas cobram. Os filhos crescem suprindo a ausência familiar com quase tudo que lhe são apresentados, e assim, presas fáceis nas mãos do inimigo.

D - O Senhor nos convida, nos oferece privilégios que não se pode pagar, nem com todas as riquezas do mundo.(vers. 20 a 23).  Quanto aos que não tem interesse, ou preferem não aceitar o convite do Senhor, também, não serão ouvidos quando clamarem. Quando o terror bater a porta, quando a angústia for tão forte que afasta até o sono e o apetite, quando a morte deixar de ser apenas uma expectativa do dia futuro e estiver presente na realidade atual, então, terão de comer os frutos do caminho que escolheram. (vers. 24 a 32).

Muitos podem achar forte esta decisão do Senhor, mas Jesus Cristo nos diz que não podemos servir a dois senhores. Só existe um Caminho, Verdade e Vida que leva a Deus. Deus não está sendo duro, mas sim sincero e nos expondo a verdade. Aos que não querem aceitar a verdade de Deus, resta a mentira do inimigo, e sendo assim, colher dos seus frutos.

E - Os que atendem o convite do Senhor e confia nas suas promessas, estarão seguros na torre forte Jesus Cristo. 

Glórias a Deus Aleluias!


Provérbios 1

1  PROVÉRBIOS de Salomão, filho de Davi, rei de Israel;
2  Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem, as palavras da prudência.
3  Para se receber a instrução do entendimento, a justiça, o juízo e a eqüidade;
4  Para dar aos simples, prudência, e aos moços, conhecimento e bom siso;
5  O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos;
6  Para entender os provérbios e sua interpretação; as palavras dos sábios e as suas proposições.
7  O temor do SENHOR é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.
8  Filho meu, ouve a instrução de teu pai, e não deixes o ensinamento de tua mãe,
9  Porque serão como diadema gracioso em tua cabeça, e colares ao teu pescoço.
10  Filho meu, se os pecadores procuram te atrair com agrados, não aceites.
11  Se disserem: Vem conosco a tocaias de sangue; embosquemos o inocente sem motivo;
12  Traguemo-los vivos, como a sepultura; e inteiros, como os que descem à cova;
13  Acharemos toda sorte de bens preciosos; encheremos as nossas casas de despojos;
14  Lança a tua sorte conosco; teremos todos uma só bolsa!
15  Filho meu, não te ponhas a caminho com eles; desvia o teu pé das suas veredas;
16  Porque os seus pés correm para o mal, e se apressam a derramar sangue.
17  Na verdade é inútil estender-se a rede ante os olhos de qualquer ave.
18  No entanto estes armam ciladas contra o seu próprio sangue; e espreitam suas próprias vidas.
19  São assim as veredas de todo aquele que usa de cobiça: ela põe a perder a alma dos que a possuem.
20  A sabedoria clama lá fora; pelas ruas levanta a sua voz.
21  Nas esquinas movimentadas ela brada; nas entradas das portas e nas cidades profere as suas palavras:
22  Até quando, ó simples, amareis a simplicidade? E vós escarnecedores, desejareis o escárnio? E vós insensatos, odiareis o conhecimento?
23  Atentai para a minha repreensão; pois eis que vos derramarei abundantemente do meu espírito e vos farei saber as minhas palavras.
24  Entretanto, porque eu clamei e recusastes; e estendi a minha mão e não houve quem desse atenção,
25  Antes rejeitastes todo o meu conselho, e não quisestes a minha repreensão,
26  Também de minha parte eu me rirei na vossa perdição e zombarei, em vindo o vosso temor.
27  Vindo o vosso temor como a assolação, e vindo a vossa perdição como uma tormenta, sobrevirá a vós aperto e angústia.
28  Então clamarão a mim, mas eu não responderei; de madrugada me buscarão, porém não me acharão.
29  Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do SENHOR:
30  Não aceitaram o meu conselho, e desprezaram toda a minha repreensão.
31  Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos.
32  Porque o erro dos simples os matará, e o desvario dos insensatos os destruirá.
33  Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará livre do temor do mal.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).





Provérbios 2

A paz do Senhor irmãos!

O texto deve ser considerado por inteiro, muito rico em ensinos e sabedoria, mas serão destacados alguns pontos importantes.


Quantas vezes o Senhor nos convida a participar de seu Reino? E lógico todos queremos, mas, entre o querer e o realmente provar este querer com ações e atitudes é que faz toda diferença.

Temos de aceitar e direcionar a nossa atenção aos preceitos do Senhor; desejar o entendimento com nosso coração, Mais do que desejamos sucesso em nossas vidas de estudantes, acadêmicos e profissionais; Mais do que a forma que corremos atrás da tão almejada promoção no emprego; ou de deixar a fila dos desempregados, e também acima de querermos a felicidade num relacionamento, etc. Só assim poderemos entender a sabedoria que vem do Senhor, o agir com justiça, amor, juízo, igualdade e todas boas obras que vem de Deus.

O caminho dos que se desviam dos preceitos de Deus, é o caminho da morte, pois, o Senhor tem posto as orientações para seguirmos, a porta, está aberta em Jesus Cristo. O que foi mais difícil abrir o mar vermelho ou atravessar até o outro lado?

Então Deus abre novamente o mar para que possamos passar, nos orienta e nos edifica com suas palavras. Para abrir novamente a salvação de nossas vidas, Jesus Cristo teve ser pregado numa cruz. O mar se abriu, não mais, para uma só nação, mas para todas.

Não haverá religião e nem denominações, este caminho é para todos que decidirem atravessar até o outro lado, sim, aqueles que decidiram seguir a Cristo. Assim como os israelitas deixaram a velha vida para trás, também temos de deixar a escravidão do pecado,  nossa velha vida para trás, e seguir a Cristo.

O Caminho Jesus Cristo está aberto, mas, mesmo vendo o mar aberto, temos de atravessar para o outro lado. E ai....vamos ficar sem atravessar?  A vida está do outro lado junto com Jesus Cristo. Que tal darmos o primeiro passo, e o segundo, terceiro......  e sair desta inércia, chamada pecado, e ir de encontro a Cristo.

Ele nos espera com braços abertos.



 Provérbios 2

1  FILHO meu, se aceitares as minhas palavras, e esconderes contigo os meus mandamentos,
2  Para fazeres o teu ouvido atento à sabedoria; e inclinares o teu coração ao entendimento;
3  Se clamares por conhecimento, e por inteligência alçares a tua voz,
4  Se como a prata a buscares e como a tesouros escondidos a procurares,
5  Então entenderás o temor do SENHOR, e acharás o conhecimento de Deus.
6  Porque o SENHOR dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento.
7  Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos. Escudo é para os que caminham na sinceridade,
8  Para que guardem as veredas do juízo. Ele preservará o caminho dos seus santos.
9  Então entenderás a justiça, o juízo, a eqüidade e todas as boas veredas.
10  Pois quando a sabedoria entrar no teu coração, e o conhecimento for agradável à tua alma,
11  O bom siso te guardará e a inteligência te conservará;
12  Para te afastar do mau caminho, e do homem que fala coisas perversas;
13  Dos que deixam as veredas da retidão, para andarem pelos caminhos escusos;
14  Que se alegram de fazer mal, e folgam com as perversidades dos maus,
15  Cujas veredas são tortuosas e que se desviam nos seus caminhos;
16  Para te afastar da mulher estranha, sim da estranha que lisonjeia com suas palavras;
17  Que deixa o guia da sua mocidade e se esquece da aliança do seu Deus;
18  Porque a sua casa se inclina para a morte, e as suas veredas para os mortos.
19  Todos os que se dirigem a ela não voltarão e não atinarão com as veredas da vida.
20  Para andares pelos caminhos dos bons, e te conservares nas veredas dos justos.
21  Porque os retos habitarão a terra, e os íntegros permanecerão nela.
22  Mas os ímpios serão arrancados da terra, e os aleivosos serão dela exterminados.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Provérbios 3

A paz do Senhor irmãos!

O texto deve ser considerado por inteiro, muito rico em ensinos e sabedoria, mas serão destacados alguns pontos importantes.


A – A confiança deve estar em Deus, pois, se seguirmos montados no nosso próprio entendimento, nas nossas convicções vamos pagar um preço que não queremos. Viver aquilo que Deus não planejou para nossas vidas. E quem nos leva por estes caminhos? Nós mesmos, fazendo nossas escolhas de acordo com o nosso “Eu” quer e não aceitando a vontade de Deus para nossas vidas.

B – O desviar do mal nos trás além de paz e fortalecimento para nossas casas, também, nos proporciona saúde, como remédio vindo de Deus. 

C – Duas coisas que nós negligenciamos muitas vezes: 

1 – Honrar a Deus com nossas primícias, em diversas situações, guardamos o que temos de melhor para nós e o mundo, mas para o Senhor, apenas as sobras, isto inclui também o nosso tempo de dedicação, estudo e oração. 

2 – Aceitar as correções, os limites e as restrições que a palavra de Deus nos confere. Diariamente nos encontramos rejeitando a vontade de Deus para nossas vidas.

Não seremos santos e sem pecados nesta terra, mas, o Senhor conhece um coração sincero, que luta e batalha para se ver livre das amarras do pecado. Eis a diferença: Enquanto uns desistem da batalha contra o pecado, outros, vão morrer lutando, nunca desistem do alvo que é Cristo. 

D – O agir com justiça e bondade. São preceitos que não saem dos direcionamentos de Deus. Deixar de fazer o bem podendo fazer, ou, reter algo que poderia ajudar o próximo, é algo que abomina ao Senhor. Se temos condições, então, porque dizer: Quem sabe amanhã, ou, volte aqui depois, e ainda, vai em paz e que o Senhor lhe abençoe!. Se Deus colocou, hoje, em nossas mãos as condições de ajudar, por que não fazemos?


Provérbios 3

1  FILHO meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos.
2  Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz.
3  Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao teu pescoço; escreve-as na tábua do teu coração.
4  E acharás graça e bom entendimento aos olhos de Deus e do homem.
5  Confia no SENHOR de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento.
6  Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.
7  Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal.
8  Isto será saúde para o teu âmago, e medula para os teus ossos.
9  Honra ao SENHOR com os teus bens, e com a primeira parte de todos os teus ganhos;
10  E se encherão os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.
11  Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão.
12  Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.
13  Bem-aventurado o homem que acha sabedoria, e o homem que adquire conhecimento;
14  Porque é melhor a sua mercadoria do que artigos de prata, e maior o seu lucro que o ouro mais fino.
15  Mais preciosa é do que os rubis, e tudo o que mais possas desejar não se pode comparar a ela.
16  Vida longa de dias está na sua mão direita; e na esquerda, riquezas e honra.
17  Os seus caminhos são caminhos de delícias, e todas as suas veredas de paz.
18  É árvore de vida para os que dela tomam, e são bem-aventurados todos os que a retêm.
19  O SENHOR, com sabedoria fundou a terra; com entendimento preparou os céus.
20  Pelo seu conhecimento se fenderam os abismos, e as nuvens destilam o orvalho.
21  Filho meu, não se apartem estas coisas dos teus olhos: guarda a verdadeira sabedoria e o bom siso;
22  Porque serão vida para a tua alma, e adorno ao teu pescoço.
23  Então andarás confiante pelo teu caminho, e o teu pé não tropeçará.
24  Quando te deitares, não temerás; ao contrário, o teu sono será suave ao te deitares.
25  Não temas o pavor repentino, nem a investida dos perversos quando vier.
26  Porque o SENHOR será a tua esperança; guardará os teus pés de serem capturados.
27  Não deixes de fazer bem a quem o merece, estando em tuas mãos a capacidade de fazê-lo.
28  Não digas ao teu próximo: Vai, e volta amanhã que to darei, se já o tens contigo.
29  Não maquines o mal contra o teu próximo, pois que habita contigo confiadamente.
30  Não contendas com alguém sem causa, se não te fez nenhum mal.
31  Não tenhas inveja do homem violento, nem escolhas nenhum dos seus caminhos.
32  Porque o perverso é abominável ao SENHOR, mas com os sinceros ele tem intimidade.
33  A maldição do SENHOR habita na casa do ímpio, mas a habitação dos justos abençoará.
34  Certamente ele escarnecerá dos escarnecedores, mas dará graça aos mansos.
35  Os sábios herdarão honra, mas os loucos tomam sobre si vergonha.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).


Provérbios 4

A paz do Senhor irmãos!

O texto deve ser considerado por inteiro, muito rico em ensinos e sabedoria, mas serão destacados alguns pontos importantes.


A - Afirmação dos benefícios de quem segue os caminhos retos do Senhor: Graça e glória, os anos  de vida multiplicados, sem embaraços e tropeços. Estes benefícios se fazem pela presença de Deus em nossas vidas, são consequências de vivermos buscando seus caminhos. Não devemos buscar prêmios, mas sim a presença e o reino de Deus, pois o restante serão acrescentados de acordo com a vontade de Deus. (MT 6:32,33).

B - Uma referencia ao Salmo 1, desviar dos caminhos dos impios, pois, seus intentos é o mal diariamente, como víncio que tem de ser saciado, assim é o viver dos que praticam injustiças e violências. Não entendem e nem sabem o porquê caírem, pois, andam sempre na escuridão.

C - Os caminhos dos justos são iluminados e sua luz apenas cresce.  O ouvir e praticar os preceitos de Deus é como alguém que estava doente e encontra a saúde, estava preso e tem a liberdade, estava morto e reviveu. 

D - Algumas dicas foram dadas para o fortalecimento no Senhor: 

1 - Guardar a língua de proferir tortuosidades e maldades, até brincadeiras e piadas impróprias devem ser evitadas,  e isto, muitos não aceita, dizem é apenas brincadeira, mas o que nos diz as escrituras:

Efésios 4:29 - Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.

Torpe - segundo dicionário Aurélio -  
1 Impudico; obsceno. 2 Sórdido; infame; ignóbil. 
3 Interesseiro. 4 Nojento; impuro. 5 Sujo; manchado.

Provérbios 26: 18,19 - Como o louco que solta faíscas, flechas, e mortandades, Assim é o homem que engana o seu próximo, e diz: Fiz isso por brincadeira.

Por tanto, as piadas obscenas e que não edificam e as tais pegadinhas, que são feitas até em rádios de igrejas cristãs evangélicas são abominações ao Senhor. Cuidado com a boca e as atitudes.

2 - Guardar os olhos e tirar os maus intentos e desejos de teu coração. Jesus Cristo nos diz que até o olhar com desejos impuros já configura pecado.

MT 5: 28  - Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.

3 - Diariamente fazer uma retrospectiva das ações, atitudes e pensamentos que teve, e desviar de tudo aquilo que não agrada a Deus. Se há algo a ser corrigido, o faça, não deixe ser acorrentado pelo pecado.


Se queremos caminhar no caminho Jesus Cristo temos de deixar tudo que nos acorrenta para trás e seguirmos com coração leve e limpo para o Senhor.



Provérbios 4

1  OUVI, filhos, a instrução do pai, e estai atentos para conhecerdes a prudência.
2  Pois dou-vos boa doutrina; não deixeis a minha lei.
3  Porque eu era filho tenro na companhia de meu pai, e único diante de minha mãe.
4  E ele me ensinava e me dizia: Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos, e vive.
5  Adquire sabedoria, adquire inteligência, e não te esqueças nem te apartes das palavras da minha boca.
6  Não a abandones e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá.
7  A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento.
8  Exalta-a, e ela te exaltará; e, abraçando-a tu, ela te honrará.
9  Dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.
10  Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se multiplicarão os anos da tua vida.
11  No caminho da sabedoria te ensinei, e por veredas de retidão te fiz andar.
12  Por elas andando, não se embaraçarão os teus passos; e se correres não tropeçarás.
13  Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida.
14  Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus.
15  Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo.
16  Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não fizerem alguém tropeçar.
17  Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência.
18  Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.
19  O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam.
20  Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido.
21  Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração.
22  Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo.
23  Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.
24  Desvia de ti a falsidade da boca, e afasta de ti a perversidade dos lábios.
25  Os teus olhos olhem para a frente, e as tuas pálpebras olhem direto diante de ti.
26  Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam bem ordenados!
27  Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).