Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Manutenção da Essência


A paz do Senhor irmãos!

A vida é maravilhosa e indescritível, de uma forma tão intensa, que todos nós temos nossas próprias definições. Cada cultura, região, etnia, cada pessoa verá a vida de uma forma diferente e  em parte igual ao mesmo tempo. Isto porque não somos os criadores da vida, somos apenas criaturas, isto é, parte da criação.

A vida faz seus movimentos em torno de um ponto referencial, que pode na maioria, variar três casas para frente e para traz. Nestes movimentos e dentro da variação, descortinam as histórias escritas de nossa caminhada aqui na terra. Nosso nascimento, crescimento, desenvolvimento, contribuições positivas e negativas, ações e atitudes, marcas pequenas e grandes, e o desfecho, restando as lembrança aos nossos próximos que ficam, e que provavelmente variam as três casas, neste caso, para traz na perspectiva destes em relação a nós.

Em alguns casos esta variação pode se alongar em períodos indefinidos enquanto houver lembranças e registros. E no caso de Deus, eterno, não há inicio ou  fim.

Então, em relação a nós criaturas, será o fim da existência como "essência"?

Nesta perspectiva observamos a promessa de Deus aos homens, que nossa história não acaba aqui. Pela misericórdia e o amor de Deus, estaremos com Ele,  desfrutando da sua companhia como filhos e o servindo eternamente. Neste ponto transcendemos, pela graça de Deus, os limites humanos. E observamos que realmente o que vale é a manutenção por parte de Deus sobre nossa "essência", pois, a "essência" volta a Deus que a deu. (EC 12:7 ; GN 3:19).

Não devemos esperarmos em Cristo somente nesta terra (1ºCO 15:19), se não, seremos os mais miseráveis de todos os homens. Somos presentados, agraciados de sermos feitos filhos de Deus, e ter uma vida eterna ao lado do Pai e do Cordeiro. Isto é motivo de grande felicidade.

Não podemos viver lamentando situações terrenas, que muitas vezes a nossa carnalidade e as práticas do mundo nos impõem e que são meramente passageiras e perecíveis.

Lucas 6
20 E, levantando ele os olhos para os seus discípulos, dizia: Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o reino de Deus.
21 Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis fartos. Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque haveis de rir.
22 Bem-aventurados sereis quando os homens vos odiarem e quando vos separarem, e vos injuriarem, e rejeitarem o vosso nome como mau, por causa do Filho do homem.
23 Folgai nesse dia, exultai; porque eis que é grande o vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas.



Alegremos antes de tudo por estar o nosso nome escrito nos céus,(LC 10:20). Isto é, escrito no livro da vida de Deus, pois, o que adianta ganhar o mundo e perder a vida com o SENHOR. (MC 8:36).


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Ser diferente

Lucas 6
27  Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam;
28  Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam.
29  Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses;
30  E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir.
31  E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.
32  E se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? Também os pecadores amam aos que os amam.
33  E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.


A paz do Senhor irmãos

 A palavra do Senhor nos direciona a sermos diferentes.
Vivermos e agirmos diferentes, não pelo corte de cabelo ou pelas roupas extremamente longas ou extremamente curtas, mas que o nosso coração esteja no Senhor, e desta forma, aplicando os ensinos que ouvimos de Jesus Cristo. 

Ouvimos através do Espírito Santo em nosso corações, ouvimos através da mensagem que nos foi transmitida nas passagens das Escrituras. Os ensinos de Jesus Cristo é a vontade de Deus para nossas vidas, por tanto, vale para nossos dias. Será que Deus mudou? Então suas palavras também não.

O mundo prega uma vivência voltada ao capitalismo o valorização do "eu";  a pagar com a mesma moeda; em amar os que nos amam;  levar vantagem em tudo que puder, pois se nós não fizermos, outros farão; e mais uma lista quase infinita de outras determinações, nas várias áreas de nossas vidas. 

Mas Jesus Cristo nos orienta a vivermos diferentes. Desde aquele tempo que esteve na terra, até os nossos dias e os tempos que ainda virão. Jesus Cristo agiu diferente dos doutores da Lei, dos Escribas e dos lideres Religiosos de sua época. Andou com os excluídos, não apedrejou a mulher pega em adultério, reunião com os "pecadores", fez milagres no sábado, etc, etc. Tudo que o mundo Israelita não aceitava. 

Se agirmos de acordo com as direções do mundo, buscando satisfazer apenas o "eu"(vers. 32,33) que ensino de Cristo estaremos colocando em prática?

Não importa o que o mundo diz a nosso respeito. Que sejamos perseguidos, injustiçados, injuriados, escarnecidos, difamados, etc, mas que não deixemos de colocar em prática os ensinos de Cristo.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Marchando

A Paz do Senhor Irmãos!

Já escrevi algumas vezes sobre o Caminho e a Verdade e a Vida, mas quando somos direcionados temos de passar a mensagem mil x mil vezes que seja. Não importa se para uma pessoa ou para várias em vários lugares.

Existe um caminho maravilhoso que todos conhecemos. Simples, direto e aberto a todos que estiverem dispostos a percorre-lo. Na travessia do Mar Vermelho os Israelita e demais  povos que os acompanhavam atravessaram a seco  para outra margem. Mas o que era mais difícil: abrir o mar e permitir um caminho seco ou  fazer a caminhada até a outra margem?

Todos concordam que abrir o mar logicamente foi a parte mais difícil, e esta parte Deus o fez e disse a Moisés "Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.(EX 14:15).

Mesmo que acreditemos que a parte mais difícil fica sempre a nosso cargo, estamos enganados, Deus sempre faz a parte mais difícil. O problema é que muitas vezes não queremos caminhar até a outra margem do mar.

Da mesma forma Deus nos entregou o Caminho e a Verdade e a Vida. "JESUS CRISTO" e nos diz: "Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; escutai-o." (MT 17:5). Temos o Caminho, a Verdade e a Vida, o seguir por Ele, assim como foi na travessia do mar vermelho é nossa parte.

Não temos de pedirmos um caminho a Deus, pois, já nos entregou e por um alto preço. Muitas vezes perdemos anos em busca de algo que nunca encontraremos, porque andamos na contra mão dos preceitos de Deus. 

Acreditamos que vamos ser diferentes, evoluídos, especiais, sábios, etc. Mas somente se formos buscar respostas, mas que não estejam voltadas a Cristo, pois, acreditamos que seremos taxados. Preferimos irmos por caminhos vazios e muitas vezes malignos com maquiagens modernas que seduzem e nos caminhos que atendam aos preceitos da carnalidade humana.

Quando jovens acreditamos que vamos construir e viver um mundo novo, e nada do que já existe tem relevância para nossas necessidades intelectuais. Até descobrirmos que todo conhecimento que temos hoje vem sendo desenvolvido ou que foram revelados antes de sua concretização a milênios atrás.

Deus fez a parte mais difícil como sempre, e agora, que possamos marcham no Caminho na Verdade e na Vida que Deus já nos entregou e assim chegaremos a outra margem do mar.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).




quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Temores

João 16
33  Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

João 17
24  Pai, aqueles que me deste quero que, onde eu estiver, também eles estejam comigo, para que vejam a minha glória que me deste; porque tu me amaste antes da fundação do mundo.
25  Pai justo, o mundo não te conheceu; mas eu te conheci, e estes conheceram que tu me enviaste a mim.
26  E eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer mais, para que o amor com que me tens amado esteja neles, e eu neles esteja


A paz do Senhor irmãos!

No mundo teremos aflições, já dito por Jesus Cristo para que estejamos cientes do que vamos passar nesta terra. O próprio filho de Deus passou aflições de todas as formas: angústias, abandono, violência, injustiça,  etc. Mas em meio a tantas aflições, o Senhor, nos dá o consolo, pois, veio ao mundo para tirar de sobre nós o jugo e o fardo, e ainda promete que aqueles que com Ele estiver , também estaram no amor de Deus.

O amor de Deus é algo incompreensível, mas, apesar de não podermos compreender e muito menos retribuir na mesma altura, não podemos deixar de tentar balizar nossas ações, atitudes e pensamentos de acordo com o seu exemplo.

A promessa de Jesus Cristo é para que o amor do Pai esteja em nós, através do conhecimento que foi transmitido por Cristo, a encarnação de Deus na terra. Temos este conhecimento? nossas vidas estão sendo balizadas através deste conhecimento?

Mas em meio a tantas promessas ainda cultivamos inúmeros temores em nossas vidas. Se o Senhor é por nós quem será contra nós (RM 8:31). Filhinhos, sois de Deus, e já os tendes vencido, porque maior é o que está em vós do que o que está no mundo. (1JO: 4:4).

Por que guardamos tantos temores em nossos corações? 

Teremos aflições sim, mas que venham, somos amados do Pai e de Jesus Cristo, o Espírito Santo nos conforta. 

Temos de entender duas coisas:
1 - As aflições e dificuldades também são inerentes aos Cristãos,   Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu SENHOR. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa.(JO 15:20).

2 - Temos a escolha de como vamos passar por estas dificuldades. Confiando no Senhor ou nos afastando dos caminhos de Deus. Lembrando que nada passa fora da permissão e da visão de Deus . Aqueles que confiam no Senhor não serão confundidos. Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti; confundidos serão os que transgridem sem causa.(SL 25:3).


Que não nos escandalizemos com as perseguições, dificuldades e provações. Muitas vezes coisas insignificantes já são o bastante para irar-se, praguejar e culpar a Deus.  

Que a falta de um sapato novo não seja justificativa para proferir palavras negativas e culpar a Deus; Que um arranhão no carro não seja motivo para escandalizar; Que a nova cor do cabelo que não agradou, também não seja motivo para proferir insultos e irar-se, coisas que não agradam a Deus.

Desejamos tantas coisas mas muitas delas nem ao menos tentamos, por causa do temor e da negatividade que acompanha o desanimo. Muitas vezes pedimos mal e por isso não recebemos e desta forma escandalizamos. Se nossos pedimos são legítimos perante Deus porque temer?

Que possamos afastar de nossos corações os temores que nos fazem cair, desanimar e desistir de nossos sonhos e projetos, mas, principalmente nos fazem desistir da fé, da esperança, da vontade de seguir o Caminho maravilhoso que é Jesus Cristo.



Glórias a Deus.. Aleluias!


Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Missões - I PARTE: Algumas expressões, "conceitos", sobre missões

A Paz do SENHOR irmãos!

As últimas postagens falamos sobre missões, e das várias formas de como podemos nos envolver e como estas várias formas se completam. Mas faltava descrever a missão de dentro para fora, e analisar as patologias da visão de missões e do trabalho missionário. Desta forma poder destacar a essência da mensagem de Missão.

Dentro deste contexto e em tempo oportuno temos o artigo escrito por Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 

O artigo será dividido em III partes  

-    I  Parte:  Algumas expressões, "conceitos", sobre missões;
-   II  Parte: Posicionamento e a essência da missão dada por Deus aos seres humanos;
-  III Parte: Aplicação que a igreja deve entender sobre missão, tendo como referência o                                          exemplo de Cristo. 


  I Parte: Algumas expressões, "conceitos", sobre missões

MISSÕES SEM MISSÃO!

Por Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 


" Ultimamente tenho tido algumas preocupações em relação à forma como o povo dito cristão têm lidado com as missões.

Quando se fala de missões no meio das igrejas “evangélicas”, é comum ouvir expressões como estas:

1- Para se fazer missões é necessário criar um conselho/departamento missionário na igreja!

2- Missões é uma atividade ou ação para aqueles que Deus chama e separa para serem enviados para algum lugar na terra, com o objetivo de plantarem igrejas, traduzirem a Bíblia, pregarem o Evangelho, evangelizarem, cuidando assim, da vida espiritual dos indivíduos!

3- As missões estão ligadas às conferências missionárias semestrais ou anuais realizadas exaustivamente pela igreja!

4- A conscientização missionária se dá: Por 5 minutos em cada culto solene e público que a igreja realiza, ou separando 1 domingo por mês para realizar o “CULTO MISSIONÁRIO”, onde se canta “hinos missionários”, lê-se uma carta missionária de algum missionário, e, onde se faz uma arrecadação missionária!

5- Missões está relacionada ou linkada a campanhas, pamonhas, sorvetadas, bazares, tudo isso, com o fim de levantamento de recursos financeiros para manutenção dos missionários ou dos projetos missionários!

6- Aquele que se envolve com missões é destacado no meio da comunidade cristã como alguém que contribui, ora ou vai! A igreja que fala de missões, que ora por missões e envia sustentando alguém é tida como “IGREJA MISSIONÁRIA”. Quem se envolve de alguma forma com missões recebe a alcunha de missionário, sendo ele um individuo ou uma igreja! Com isso se deduz que nem todos os cristãos são missionários e nem todas as igrejas são missionárias!

7- As missões de impactos evangelísticos são mais apreciadas pelas igrejas! Missão integral é apenas uma opção, e, sem dúvida, é a mais onerosa para a igreja, por isso, é a que mais sofre com investimento em todas as suas vertentes! Existe outro tipo de missões que não sejam integrais?!?

8- As missões são realizadas para as igrejas e não para o REINO! Se fazem missões para promover a glória da igreja/denominação, para promover a teologia/doutrina da igreja, para enriquecer o império quantificador da denominação (chamada de missões de colonização com seus colonizadores religiosos)! Missões provincianas!

9- Missões só entre os pares! Só é possível missionar se os envolvidos forem pares (teologicamente, liturgicamente e academicamente), com os ímpares não é possível missionar!

10- A teologia contém a missiologia e não o contrário! Portanto, quem faz bacharel em teologia é melhor do que alguém que faz missiologia! Há um espaço grande entre a teologia e missiologia! Este espaço é reforçado nas academias e no clericalismo! E no reino de Deus, como ficam estas questões?!?


Estas questões são inquietantes para nós, gente que transita em todos os meios cristãos e não cristãos.

Em todas as denominações evangélicas, em todos os seminários confessionais ou interdenominacionais, em diversas instituições acadêmicas religiosas ou não, percebe-se que o assunto, “MISSÕES”, carece de aprofundamento e seriedade. "


Continua Parte II e III.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).

Missões - II PARTE: Posicionamento e a essência da missão dada por Deus aos seres humanos

A Paz do SENHOR irmãos!

As últimas postagens falamos sobre missões, e das várias formas de como podemos nos envolver e como estas várias formas se completam. Mas faltava descrever a missão de dentro para fora, e analisar as patologias da visão de missões e do trabalho missionário. Desta forma poder destacar a essência da mensagem de Missão.

Dentro deste contexto e em tempo oportuno temos o artigo escrito por Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 

O artigo será dividido em III partes  

-    I  Parte:  Algumas expressões, "conceitos", sobre missões;
-   II  Parte: Posicionamento e a essência da missão dada por Deus aos seres humanos;
-  III Parte: Aplicação que a igreja deve entender sobre missão, tendo como referência o                                          exemplo de Cristo. 


II  Parte: Posicionamento e a essência da missão dada por Deus aos seres humanos

MISSÕES SEM MISSÃO!

Por  Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 

" De acordo com a Bíblia, começando nos 3 primeiros capítulos de Genesis, as missões existem para o cumprimento da MISSIO DEI (GLÓRIA DE DEUS). Deus criou o ser humano (Adão e Eva) como regentes (ou vice regentes como preferem alguns) para que estes exercessem suas regências no reino de Deus, cumprindo as missões recebidas de Deus, missões como: dominar, sujeitar, guardar, cultivar, encher, multiplicar, etc.

Deus criou o ser humano para que estes fossem missionários no reino de Deus, exercendo estes, a regência missionária na terra. Esta atividade missionária dos regentes de Deus no reino dEle, está configurada nas tratativas com tudo aquilo que Deus criou, portanto, as missões se aplicam tanto aos homens (nosso próximo), como também à natureza e suas criaturas no reino animal, vegetal, mineral, com a fauna, flora, e, todo ecossistema, estes são o (nosso outro). As missões são para o PRÓXIMO E PARA O OUTRO!

Pela inteligência bíblica entende-se então, que as missões são todas elas de caráter integral! O que comumente chama-se de missões urbanas, transculturais, linguísticas, recuperação humana, sociais, etc, nada mais são do que missões integrais, e todas elas visam alcançar o PRÓXIMO E O OUTRO!

As missões foram dadas ao homem antes do pecado, antes da queda! As missões, a bem da verdade, não visam a redenção do homem do seu pecado como tem sido ensinado no meio dos cristãos, as missões não vieram para a igreja como consequência do pecado na terra. As missões foram dadas ao homem para que o homem GLORIFICASSE a Deus!

É preciso dissociar esta ideia hamartiológica de missões, ou seja, de pensar que missões está associada com a pecaminosidade da humanidade. Missão não se relaciona com a queda e com o pecado! MISSÕES SEMPRE SE RELACIONARAM COM A GLÓRIA DE DEUS! Missões precede a hamartiologia! As missões se configuram antes e depois do pecado!

As missões não são resultados de uma teologia lapsoriana (teologia da queda do homem)!

Os cristãos possuem uma visão missionária reducionista e deficitária! Muitas práticas cristãs são resultantes desta superficialidade de entendimento missionário, algumas destas deficiências foram colocadas naquelas 10 preocupações no inicio deste artigo.

Precisamos correr atrás do tempo perdido e que afetaram gerações de cristãos, pois, muito da nossa teologia, eclesiologia, escatologia, liturgia, e praxe cristã, foram tecidas em cima de um conteúdo raso e de uma visão míope e opaca de missões! "

Continua Parte III.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).




Missões - III PARTE - Aplicação que a igreja deve entender sobre missão, tendo como referência o exemplo de Cristo.

A Paz do SENHOR irmãos!

As últimas postagens falamos sobre missões, e das várias formas de como podemos nos envolver e como estas várias formas se completam. Mas faltava descrever a missão de dentro para fora, e analisar as patologias da visão de missões e do trabalho missionário. Desta forma poder destacar a essência da mensagem de Missão.

Dentro deste contexto e em tempo oportuno temos o artigo escrito por Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 

O artigo será dividido em III partes  

-    I  Parte:  Algumas expressões, "conceitos", sobre missões;
-   II  Parte: Posicionamento e a essência da missão dada por Deus aos seres humanos;
-  III Parte: Aplicação que a igreja deve entender sobre missão, tendo como referência o                                          exemplo de Cristo. 


III Parte: Aplicação que a igreja deve entender sobre missão, tendo como referência o                                      exemplo de Cristo. 

MISSÕES SEM MISSÃO!

Por Rev. - Missionário Labieno Palmeiras. 


"As missões estão sem MISSÃO! As missões da igreja cristã de hoje estão sem a MISSIO DEI! As missões não entendem a profundidade de suas raízes e nem a dimensão das suas ações! A cristandade precisa recuperar o verdadeiro caráter das missões para então exercitar a inteligência bíblica da Glória de Deus!

As igrejas e os cristãos (regentes) precisam entender de uma vez para sempre que é necessário cumprir as missões, não por causa do que o pecado causou na terra, ao contrário disso, é mister praticar missões para GLORIFICAR a Deus, para cumprir a MISSIO DEI!

A nossa motivação maior para missionarmos deve ser a GLÓRIA DE DEUS! Não é horizontal e nem antropológica (humana)! A motivação e o energizam para as missões não é antropológica e nem eclesiástica (não fazemos missões para a igreja), é para a Doxa Theo (GLÓRIA DE DEUS)!

É preciso reformular o que se ensina acerca de missões, tanto nos seminários, nas faculdades teológicas, nas igrejas, nas escolas dominicais e nos púlpitos! A literatura cristã precisa de revisão! E tudo isso tem que ser feito com urgência!

Outro aprofundamento que se vê necessário é o fato de que as missões foram dadas/reveladas no contexto de reino. Portanto, missões só podem ser ensinadas e assimiladas quando são submetidas ao reino! Tratar de missões sem falar do reino e dos valores do reino não fará jus ao conteúdo e ao valor delas!

Jesus não falou de missões! Jesus falou do reino e o povo aprendeu missões! Jesus só falou de reino e só praticou o reino, contudo, os seus discípulos entenderam suas missões e as praticaram! Hoje, nós, os discípulos de Cristo, queremos que a igreja toda pratique missões quando falamos de missões, enquanto deveríamos fazer o contrario, ou seja, deveríamos falar do reino, pregar o reino, ensinar o reino, viver o reino, priorizar o reino, e como resultado lógico disso, a igreja iria assimilar as missões e praticaria suas missões tanto para o (próximo = nosso semelhante como para o outro = a natureza).

Quer aprender missões, aprenda REINO! As grades dos seminários e faculdades teológicas, em sua grande maioria, mal falam e incluem missões, o que dizer do reino?!? E, na maioria dos seminários e faculdades, o curso de missões é optativo! É lamentável! O resultado disso é termos pastores e missionários rasos no conhecimento e prática de missões!

Jesus é jóia! É mestre por excelência! Deveríamos imitá-lo na sua didática, ou seja, deveríamos ensinar simplesmente o reino (Mt 6:33), e, com certeza, a igreja estaria fazendo missões com muito mais comprometimento, mais envergadura diaconal, mais investimento financeiro, mais paixão e mais critério hermenêutico.

Eu, Labieno, decidi abrir mão de todo e qualquer ensino e prática missionária que não seja radicada no reino de Deus! Só quero missão que tenha a sua plataforma no reino de Deus e que me impulsione para a Missio Dei – a glória de Deus!

Missões sem Missão, nunca mais!

Que Deus me ajude e me mantenha lúcido neste mundo de teologias confortáveis e humanistas! Que Deus me livre do eclesiasticismo fascinante que seduz multidões! Que o Espírito Santo me encha da plenitude dele para que eu tenha graça em abundancia para continuar fazendo as missões que se traduzem na diaconia (serviço) ao próximo (semelhante) e ao outro (criaturas), pois é exatamente isso que a Revelação inteligente e cognoscível de Deus nos mostra desde Genesis até Apocalipse.

Eu só quero as missões que produzem a Glória devida a Deus, pois foi para este fim que elas foram entregues aos regentes, e eu sou apenas mais um destes regentes eleitos!

Vamos nessa?!

Abraços de alguém com missões! Regente Labieno"



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (14:6).