Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Continue caminhando, Jesus Cristo não te abandonou

A paz do Senhor irmãos!

Um texto interessante, escrito pelo irmão e Pastor Olavo Feijó. 
Fala sobre as diversas vezes que nos sentimos fracos, cansados e desanimados na caminhada, mas, o Senhor Jesus Cristo nunca nos esquece e nem nos desampara, assim como foi na cruz e na caminhada para Emaús.


"  Nosso Pavio Apenas Fumegante | Pr. Olavo Feijó

Isaías 42:3 
A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça. 

De acordo com Isaías, uma das funções do Servo do Senhor é a de encorajar os discípulos fragilizados, mas sinceros. “Não quebrará o caniço rachado, nem apagará o pavio fumegante” (Isaías 42:3).

Os dois discípulos de Jesus, que viajavam de Jerusalém para Emaús, não podiam estar mais desanimados. Afinal de contas, todos os seus sonhos e esperanças, quanto ao Reino de Deus, morreram na cruz, com a morte de Jesus. Estavam tão abatidos que nem conseguiram perceber o Mestre ressuscitado, caminhando ao lado deles e tentando mostrar, pelas Escrituras, que haveria ressurreição, após a crucificação. 

Há momentos em nossa vida cristã que, nem lendo as promessas bíblicas encontramos encorajamento ou direção: o pavio de nossas convicções fica morre, não morre, apenas fumegante. Mesmo não sendo percebido nessas horas, o Cristo ressuscitado se apressa em nos fazer companhia, procurando nos restaurar. Quando nem Sua presença descobrimos, Ele entra na nossa intimidade e distribui Seu alimento conosco. É neste instante sagrado, quando o Senhor “dá graça”, apesar do quase apagar da nossa resistência espiritual, que a chama do Seu Espírito reacende o moribundo pavio de nossa alma. É nestes instantes que tomamos consciência da presença e da ajuda do Cristo, em nossa caminhada. Vale a pena entregar ao Senhor, mesmo apenas fumegando, o paviozinho que ainda nos resta..."



Mateus 28 
20 Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

terça-feira, 20 de outubro de 2015

O pouco que vale muito

MARCOS 9 

41  E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos deitavam muito.

42  Vindo, porém, uma pobre viúva, deitou duas pequenas moedas, que valiam cinco réis.

43  E, chamando os seus discípulos, disse-lhes: Em verdade vos digo que esta pobre viúva depositou mais do que todos os que depositaram na arca do tesouro;

44  Porque todos ali depositaram do que lhes sobejava, mas esta, da sua pobreza, depositou tudo o que tinha, todo o seu sustento.


A  paz do Senhor irmãos!

Nesta passagem Jesus Cristo fez questão de chamar seus discípulos, para que assim pudesse ensinar as diferenças entre os corações ofertantes. Naquela situação o Senhor mostrou que muitos ofertavam quantias altas, mas, estavam apenas entregando uma pequena parte que não lhes fariam falta. 

Porém, Jesus fez observações sobre aquela mulher: 1º Era viúva, isto é, com certeza enfrentava grande dificuldade por já não ter marido. 2º Mesmo em meio a dificuldade, tinha fé, que Deus proveria o que lhe era necessário. Assim um coração sincero e uma vida entregue a Deus. 

Quantos cristãos hoje em dia entregaria tudo que tem ao Senhor? Nos quais me incluo. Será que estamos prontos a entregar nossas vidas ao Senhor, confiar verdadeiramente que o Senhor proverá? 

Muitas vezes não queremos ofertar nem o nosso tempo. Ficamos horas na frente de computadores, telefones e televisores, mas, dedicar ao Senhor, por exemplo: em oração, 5 minutos parecem uma eternidade. 

Quantos ainda, não entenderam que o dízimo é o mínimo que entregamos a casa do Senhor, para que seja abastecida. E se pastores desviam ou não, é um pecado, que eles terão de dar conta junto ao Senhor. 

Mas será que nós estamos fazendo nossa parte? devolver 10% daquilo que o Senhor nos abençoa, para muitos, é tido como um crime. Em relação aos 10% nós ficamos com 9 vezes mais. e isso é.. 900% em relação aquele valor... mas para muitos os 900% que ficamos ainda é muitíssimo pouco.

Queremos devolver ao Senhor, se sobrar..... mas como sobrará se não fazemos compromisso com a parte que temos de devolver a casa de Deus?

Deus nos diz... trazei o dízimo a casa do Senhor, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos....ML 3:10

É um compromisso  com Deus, não com o homem, se fizermos nossa parte, estaremos fazendo o que nos cabe. Não deixe o compromisso com Deus, por causa, do pecado de outro.

Que possamos doar o nosso melhor ao Senhor, com corações sinceros, o pouco vale muito;
Que não tentemos a Deus com nossa falta de sinceridade e pouca fé;
Que possamos dizimar nosso tempo ao Senhor, pois Ele, não mede esforços pelas nossas vidas;
Que possamos sermos servos úteis nas mãos de Deus;
Que possamos nos alegrar ao devolver a casa de Deus parte daquilo que Ele mesmo nos concede.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

domingo, 18 de outubro de 2015

O viver em Cristo deve ser vivido no hoje.


MARCOS 9

21  E perguntou ao pai dele: Quanto tempo há que lhe sucede isto? E ele disse-lhe: Desde a infância.

22  E muitas vezes o tem lançado no fogo, e na água, para o destruir; mas, se tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós, e ajuda-nos.

23  E Jesus disse-lhe: Se tu podes crer, tudo é possível ao que crê.

24  E logo o pai do menino, clamando, com lágrimas, disse: Eu creio, Senhor! ajuda a minha incredulidade.


A paz do Senhor irmãos!

Uma passagem muito conhecida, onde, um pai clama pela libertação do filho, preso pelas garras do inimigo. Neste contexto, padecia desde a infância, tanto o jovem quantos os familiares. O jovem padecia pelo tormento e pelos ferimentos, sendo jogado no fogo e na água. O familiares padecia pela impotência diante de tal realidade.  E até aquele momento, desde a infância do rapaz, não tinham encontrado nenhum homem (rei, médico, sacerdote, etc) que pudesse ajudá-los. 

O pai do rapaz, já descrente por tantos anos de angústias, diz a Jesus Cristo: "se tu podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós, e ajuda-nos." vers. 22. Aquele homem não sabia que estava de frente com a imagem de Deus na terra, nosso Salvador Jesus Cristo, e desta forma, não sabendo, teve dúvida quanto ao sucesso de libertação de seu filho. 

Mediante a incredulidade daquele pai sofredor, Jesus Cristo lhe mostra o caminho para que pudesse fortalecer a fé, e assim receber a benção que tanto desejava. 

vers. 23 "Se tu podes crer"

Se não cremos no Senhor Jesus Cristo como poderemos caminhar com Ele, como poderemos conviver com seu amor, pois, desta forma, não vamos crer no seu amor. Se não cremos que Deus possa agir em nossas vidas, como poderemos ter esperança e confiança que assim Deus fará. 

Desta forma aquele pai, em lágrimas, pois, não aguentava mais viver com tanta angustia vendo o filho padecer, percebeu, que lhe faltava fé. Já tinha perdido a esperança de receber um milagre tão precioso, mais do que ouro. Pois o ouro não poderia comprar aquela libertação, e mediante este reconhecimento, em lágrias, creu nas Palavras de nosso Senhor Jesus Cristo! e assim recebeu a benção tão desejada.

Quantos de nós estamos precisando sermos ajudados em nossas incredulidades? Fortalecidos em nossa fé? Crermos nas Palavras de Jesus Cristo. 

Pois, se não somos abençoados no hoje, já escandalizamos. Se  passar 1 ano que seja, já é motivo para perdermos a fé, e voltarmos para as coisas do mundo.

Jesus Cristo nos diz que o tempo é de fé, independente se há 2000 anos atrás, ou no presente. Deus não muda, é o mesmo. Jesus Cristo vive para todo o sempre e o Espírito Santo de Deus age em nosso meio, por tanto, o tempo chamado "hoje" é o tempo que nós temos  de expressarmos verdadeiramente nossa fé.

Não adianta irmãos, querermos viver a fé de  Abraão, Daniel, Davi, Paulo, Pedro, etc. São exemplos sim. E viveram a fé cada um em seu tempo. Agora temos de viver a nossa fé nos Ensinos de Cristo, nossa referência está em nosso Salvador. E este viver em Cristo deve ser vivido no hoje.

Que não deixemos para amanha a fé que possamos ter no Agora, independente de qual for a situação.


Que possamos viver nossa Fé
Que possamos Crer nas Palavras de Jesus Cristo
Que possamos dar glórias a Deus em tudo.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

A Seara do Senhor.

Marcos 9
38 E João lhe respondeu, dizendo: Mestre, vimos um que, em teu nome, expulsava demônios, o qual não nos segue; e nós lho proibimos, porque não nos segue.
39 Jesus, porém, disse: Não lho proibais, porque ninguém há que faça milagre em meu nome e possa logo falar mal de mim.
40 Porque quem não é contra nós é por nós.
41 Porquanto qualquer que vos der a beber um copo de água em meu nome, porque sois discípulos de Cristo, em verdade vos digo que não perderá o seu galardão.


A paz do Senhor irmãos!

Nesta passagem observamos que os discípulos de Jesus Cristo, digo, os mais próximos, tinham visto uma pessoa utilizar o nome de Jesus Cristo para expulsar demônios, mas, mesmo observando que tinham tido sucesso, que o nome de Jesus Cristo foi elevado sobre todo nome, não se agradaram daquilo, pois, aquele individuo, não fazia parte daquele grupo selecionado por Jesus Cristo que o seguia.

Não entenderam que a obra de Deus é abrangente, e que Ele, usa as ferramentas que achar necessário usar. Jesus Cristo entendia isto, por isso, os alertou, para não repreender ninguém que faça milagres utilizando seu nome. Pois, se assim acontecer, as Glórias e honras será dada, e assim se espera, a Jesus Cristo, e o reino de Deus será engrandecido na terra a presença dos homens.

Neste contexto entendemos que junto a Deus, não  há acepção de pessoas. Característica do Senhor tão divulgada nas Escrituras. Dt 10:17 ; 2º Cr 19:7 ; Jó 34:19 ; At 10:34; Rm 2:11; Ef 6:9 ; Cl 3:25;  1º Pe 1:17.

Hoje em nossos dias, ainda, observamos muitas situações relacionadas a membros de igrejas que não agradam a Deus, até , disputas por tais membros. 

Se um membro passa a ser seguidor de outra denominação, algumas, até o exclui de todo o convívio entre a congregação, e até, familiares são orientados, se tiverem oportunidades e como fazê-lo, os excluírem do convívio familiar. 

 Em casos extremistas, isso até no Brasil, pessoas são expulsas de casas, idosos são deixados em abrigos por não se converterem obrigatoriamente segundo a vontade dos homens e não de Deus.
E em diversas partes do mundo, em certas situações perdem a vida.

Em outras situações, visitar ou ir em outra denominação, é interpretado como traição a liderança da igreja, traição a Deus, etc. Gerando rancores. Isto não agrada a Deus.

Será que junto a Deus, vai haver acepção de pessoas, ou divisão por denominações? Quem for da denominação "X" se acomodem na área determinada para vós; agora, os que forem da denominação "Y" se dirijam para outra área. Misericórdia. 

Deus nos dá a oportunidade de sermos ferramentas em suas mãos, nada mais. Não somos detentores das ação que o agrada, Deus que nos concede tanto o querer como o executar. Fl 2:13.

Jesus Cristo nos ensinou que: " um é o que semeia, e outro, o que ceifa". Jo 4:37.

As portas das igrejas devem permanecer abertas. E isto, não é somente para entrar. E muito menos pode ser um potencializador de rancores. Mas buscar o entender a permissão de Deus e o mover do Senhor. O que temos de fazer é a obra de Deus.

Será  até quando vamos ficar "disputando" membros de igreja, para que os acentos estejam preenchidos, ou, para que nosso "Ego" de liderança esteja satisfeito, mas, sem nos importar com a vontade de Deus. 

Existem inúmeras variáveis e condicionantes sobre a quantidade de membros de uma igreja, e da vida espiritual que vivem. Não estou escrevendo sobre esta situação.

A intenção do texto está no foco, de que muitas vezes, lideres e membros, encontra-se na mesma situação que João, no versículo 38. E expressão atitudes várias quando se deparam com situações semelhantes, sem, tentarem meditar na vontade e no plano de Deus, simplesmente excluem, ou tentam excluir, ou, demostram rancor, em relação aos "ex-membros". Tomam atitudes determinadas pelo seu entendimento e sentimentos e não buscam o entendimento de Deus em primeiro lugar.

Devemos buscar sermos servos do Senhor. E desta forma, estaremos sendo ferramentas úteis nas mãos de Deus. 
Lc 17: 10 - Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis, porque fizemos somente o que devíamos fazer.


Que possamos fazer a obra de Deus, independente se haja templo, ou se a congregação se reúna a céu aberto. 

Que possamos pregar o reino de Deus, o sacrifício de Jesus Cristo, e a salvação pela redenção da Graça de Deus.

Que possamos, semear, a Palavra de Deus, sem nos  importar com quem irá adubar, ou regrar ou ceifar. O importante é que estejamos recebendo o tratamento de Deus, pois, a obra é feita por Deus, e para Deus e desta forma somos agraciados pela Graça redentora de Deus.

Que Deus possa utilizarmos como servos úteis nas suas mãos, tratando nossas vidas. E assim sendo, nos utilizar na vida daqueles que Ele nos encaminha. Quer seja por um tempo curto ou longo. E que continue o tratamento destas vidas, e Ele o fará se for de sua vontade, utilizando outras ferramentas que Ele achar necessário. 



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do  Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo.(JO 14:6).

domingo, 4 de outubro de 2015

Falsas doutrinas

Mateus 16 
13  E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
14  E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.
15  Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?

16  E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
17 E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai, que está nos céus.

                                                                                                                                                                    João 8
54 Jesus respondeu: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, o que dizeis que é vosso Deus.                                                                                                                                                                                                                                                   

A paz do Senhor irmãos!

Muitas teorias e teologias dizem que Jesus Cristo não é o Filho de Deus, e muitos menos Deus. Vários artigos de outras religiões, dizem que nem mesmo na bíblia cristã, Jesus Cristo afirmou ser o Filho de Deus, ou ser igual a Deus. Mas então, em qual bíblia que estes integrantes de outras religiões estão lendo?

Em várias passagens dos Evangelhos existem registros de Jesus Cristo afirmando ser o Filho de Deus, além das testemunhas oculares e seus discípulos também registrarem esta confirmação. Então porque será que tentam desvirtuar o que está registrado?

Mas o que mais impressiona é porque até mesmo dentro do cristianismo, duvidam que Jesus Cristo é o Filho de Deus, duvidam da sua Divindade. Distorcem palavras para manter suas bases doutrinárias, interpretando conforme o bel prazer. 


Isaías 44
6 Assim diz o SENHOR, Rei de Israel e seu Redentor, o SENHOR dos Exércitos: Eu sou o primeiro e eu o último, e fora de mim não há Deus.


Apocalipse 1 
17 E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; eu sou o Primeiro e o Último
18 e o que vive; fui morto, mas eis que aqui estou vivo para todo sempre. Amém!...                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                João 10
30 Eu e o Pai somos um.

Em Isaías 44: 6 as Escrituras falam sobre Deus, o Primeiro e o Último, e que fora Dele não há Deus.

Em Apocalipse 1: 17,18 as Escrituras falam sobre Jesus Cristo, o que vive, que foi morto, mas que está vivo para todo o sempre. Se as duas passagens falam do Primeiro e do Último, como não poderiam estar falando de Deus? E como poderia ter sido morto, se não tivesse vindo num corpo mortal? Por tanto, aqui refuta qualquer afirmação de que Jesus Cristo não era Deus.

Acreditem, tem religiões que batem a  nossa porta e dizem que Jesus Cristo é apenas um simples anjo, isto é, uma criatura, que não faz parte de Deus. Será que apenas um anjo, poderia trazer a salvação aos homens? em Apocalipse 5: 13, está registrado: toda criatura, isto é,  todo ser criado que está nos céus e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e  a todas as coias que neles há dirigir adoração ao que está assentando no trono e ao Cordeiro.  Desta forma, Jesus Cristo está sendo adorado e não faz parte das criaturas, isto é, dos seres criados, nem nos céus e nem na terra.

João 14
6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o Caminho; e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim. 
7 Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora ao conheceis e o tendes visto.
8 Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. 
9 Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?

Podem distorcem e interpretar da forma que quiserem, pois, cada um vai dar conta de si. RM 14:10-12. Mas se temos a base doutrinária em nossas mãos, a fonte que são as Escrituras, então, o aceitar ou não, as afirmações contrárias a Divindade de Cristo será de nossa responsabilidade. 

Que possamos estarmos firmes no Evangelho de Cristo, não julgar, mas, também não nos deixar levar por doutrinas vãs e ensinos distorcidos. Que possamos conhecer cada dia mais a vontade de Deus para nossas vidas. Que possamos viver o Evangelho de Cristo, o Filho de Deus, parte de Deus, pelo qual todas as coisas foram feitas e sem Ele, nada seria feito, a vida e a luz dos homens. JO 1: 1-4.  

Estando firmes em Cristo Jesus, colocar em prática seus ensinamentos em nossas vidas, e assim buscarmos viver conforme Ele viveu e nos ensinou aqui na terra. Pois aquele que o Ama busca viver conforme Ele nos orienta. JO 14:21.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

BATALHAS INVISÍVEIS

Batalhas
Grandes batalhas foram realizadas no decorrer da história, grandes embates de exércitos e suas técnicas de batalhas são ilustradas em registros por escritores e historiadores ao longo do tempo.

Nos registros bíblicos temos inúmeras batalhas incríveis, onde podemos observar o mover de Deus, tanto proporcionando vitórias aos Israelitas quanto empregando castigos como punição pela desobediência. 

Vida Social
Mas e as batalhas invisíveis? Estas que enfrentamos todos os dias, por exemplo: Ao levantar as 5:00 horas da manhã para ir estudar ou trabalhar. É uma verdadeira guerra, uma batalha entre a necessidade de descansar e a vontade de alcançar objetivos.

Aplicamos técnicas para conseguir vencer algumas barreiras, e abrimos mão de vários eventos, passeios e "prazeres/distrações" cotidianas. Desta forma entramos neste campo de batalha. Aqueles que resistem até o fim, conseguem vencer uma etapa, ou seja, vence uma batalha que faz parte da guerra.


Vida espiritual
Na vida espiritual não é diferente, não podemos desprezar, ou, virar as costas para esta realidade. Estamos em guerra, e todos os dias é uma batalha. Deus nos orienta sobre esta realidade da qual, até podemos não aceitar, e ou, fazer de conta que não existam, mas, não poderemos nos justificar dizendo que não sabíamos de sua existência. 

Mas o mais grave é que o inimigo não quer saber se aceitamos, ou não, se acreditamos, ou não, nesta realidade, ele é covarde e astuto, e na primeira oportunidade vem para nos destruir.

E como ele age? Aos que são oposição, tenta faze-los cair, aos que não são oposição, já são presas na gaiola. Se não aceitarem Jesus Cristo como Salvador, e buscarem viver segundo suas orientações, são como gado no pasto. Utilizados de formas diversas, mas, sempre para praticar abominações, que não são apenas: matar e roubar, mas tudo que desagrada a Deus. São ferramentas nas mãos do inimigo, e muitas vezes, são induzidos a autodestruição. 

Mas será que existe justos na  terra? não. O que existe é a Justificação em Cristo Jesus, aqueles que batalham em viver segundo a vontade de Cristo. Erramos todos, somos falhos e pecadores, mas o aceitar isto como uma situação normal, e ou, fazer de conta que os ensinos de Cristo não existem em nossa realidade é que faz a diferença. 

Se todos concordamos que estes ensinos existem em nossa realidade, então porque não buscamos conhece-los e acima de tudo vive-los em nossas vidas? 

Não estou pregando sobre religião, mas sim, sobre o viver em Cristo, segundo as Escrituras.


A certeza da Vitória em Cristo
O inimigo não resiste ao Sangue de Jesus Cristo. Apesar que muitos dizem que o inimigo matou Jesus, isso não é verdade. A verdade é que Ele se entregou por nossas vidas, cumpriu o plano redentor de Deus para a humanidade, e desta forma, venceu para a eternidade. (IS 53, JO 3:16).

Neste nome  e nesta ação temos a salvação em Cristo. Temos novamente a oportunidade de estarmos na presença de Deus. Mas observe o que Jesus Cristo nos diz: Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e  aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele. (JO 14:21). 

Temos os direcionamentos de Deus, os ensinos de Jesus Cristo e o mover do Espírito Santo nos mostrando e buscando nos convencer do que é pecado. Temos as armas, para poder guerrear. (EF 6:10-20), Deus já nos entregou todo o armamento, pois, sabe que estamos em guerra, e por isso, já disponibiliza tudo que vamos necessitar, para que não entremos nesta batalha em desvantagens. Nos deus a Vistoria em Cristo,  temos de ter consciência e vivê-la. Jesus Cristo diz: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. (JO 16:33).


Práticas em Cristo
Batalhas invisíveis é colocar em prática os ensinos de Cristo em nossas vidas. O campo de batalha é o viver cotidiano de nossas vidas. O colocar em prática os ensinos de Jesus Cristo são as armas disponibilizadas por Deus. Aplicando isto em nossas vidas, isto é, vivendo conforme a vontade de Deus, o inimigo não resiste. ( EF 6:10-20;  TG 4:7-8). 


Que possamos acordar para as batalhas invisíveis. Pois são reais.
Que possamos fazer uso das armas que Deus nos disponibiliza. Deus nos entregou as armas, fazer uso é por nossa conta. (EF 6:13).
Que possamos viver os ensinos de Cristo e a vontade de Deus em nossas vidas e assim seremos amados de Deus e de Cristo. (JO 14:21).
Que possamos termos consciência da Vitória de Cristo e vivê-la. (JO 16:33).



Glórias a Deus.. Aleluias!
Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo.(JO 14:6).

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Aceitando, vivendo e saindo das tribulações

Romanos 5 

3 E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência,
4 E a paciência a experiência, e a experiência a esperança.
5 E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.
6 Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios.
7 Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer.
8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

A paz do Senhor irmãos!

As tribulações são inerentes aos cristãos, palavras do próprio Cristo (João 16:33). E em meio as tribulações e as dificuldades pelas quais temos de passar, temos de dar glórias a Deus (Jó 1:21), pois nada passa sem a permissão de Deus. (Jó 1:12).

Se colocamos nossas vidas nas mãos do Senhor, não há porque angustiarmos pelas tribulações. Se algo passa pela permissão de Deus, tem um propósito para nossas vidas. E em meio as tribulações algo temos de aprender, pois, se confiamos no Senhor, temos de demostrar paciência e com a paciência vem a experiência. 

Com a paciência ou seja, colocar nossa confiança no Senhor, passaremos sim pela tribulação, e este percurso nos trará a experiência de viver um ensino que o Senhor nos proporciona de maneira prática. Pode ser para que isto seja para testemunhos futuros e edificações. 

A experiência traz consigo a esperança, ou seja, estas situações estão interligadas como um propósito de vivermos situações em que vamos entender de uma maneira impactante, situações impossíveis para os homens. Também o quanto Deus deve ser glorificado em todo o tempo, pois, nos Ama e nunca nos esquece. 

Desta forma temos, sim, a esperança, pois sabemos que Deus é o Senhor de misericórdias. E que repreende aqueles que Ama,(PV 3:12; HB 12:5-7), e que mesmo que uma mãe se esqueça do filho, Ele nunca se esquecerá de nós. (IS 49:15; SL 27:10).

E por fim com a esperança no Deus vivo e maravilhoso, teremos a certeza do Amor de Deus em nossas vidas, pois, em Deus encontramos o Caminho e a Verdade e a Vida. Jesus Cristo! a prova do Amor de Deus por nossas vidas.

Que possamos aceitar as tribulações com paciência, passar por elas com experiência, vencê-las com Esperança e sair delas com a certeza do Amor de Deus em nossas vidas.

Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, 
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo.(JO 14:6).

1º Estudo - MATEUS 15:01-09. Tradição uma forma de maquiar pecados

A paz do Senhor irmãos!

Conforme o estudo proposto, de Mateus 15:01-20. Veremos neste 1º Estudo o vers. 01-09. Vamos buscar destacar alguns pontos interessantes. Os próximos estudos serão divididos: 2º Estudo vers. 10 -14 e 3º Estudo vers. 15-20.


Mateus 15

1  ENTÃO chegaram ao pé de Jesus uns escribas e fariseus de Jerusalém, dizendo:
2  Por que transgridem os teus discípulos a tradição dos anciãos? pois não lavam as mãos quando comem pão.

3  Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Por que transgredis vós, também, o mandamento de Deus pela vossa tradição?
4  Porque Deus ordenou, dizendo: Honra a teu pai e a tua mãe; e: Quem maldisser ao pai ou à mãe, certamente morrerá.
5  Mas vós dizeis: Qualquer que disser ao pai ou à mãe: É oferta ao Senhor o que poderias aproveitar de mim; esse não precisa honrar nem a seu pai nem a sua mãe,
6  E assim invalidastes, pela vossa tradição, o mandamento de Deus.

7  Hipócritas, bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo:
8  Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim.
9  Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens.


Jesus Cristo quando veio em forma de homem, pois, assim deveria ser, para cumprir o plano de Deus, confrontou todos que andavam externamente como se estivessem fazendo a verdadeira vontade de Deus.

Desde séculos anteriores, Deus, já tinha expressado através dos profetas sua indignação sobre a forma de que os homens estavam agindo. Agregando interpretações para que assim pudessem embasar as ações humanas, ou seja, adequando a maneira que o homem acha-se que deveria ser. Isto foi batizado de "tradição". 

Tradição - Neste contexto representa as leis ou procedimentos, que os próprios homens deliberam ou criam, mas que, de forma alguma agrada a Deus, e, conforme vers. 3, transgridem a Lei de Deus. A vontade de Deus é deixada de lado para que a vontade do homem prevaleça.

A natureza do homem não muda, há 3 mil anos atrás, existia a mentira, a corrupção, a promiscuidade,  a soberba, a hipocrisia, etc. Por tanto, não é privilégio dos homens daquele tempo, tentar implantar suas leis, "tradição" e assim transgredir a vontade de Deus.

A diferença entre a vontade de Deus e a tradição é simples: a primeira vem de Deus, e assim, fere a natureza humana, que é pecadora. Esta ação da vontade de Deus, estimula uma reação na natureza do homem, que culmina em formular, criar certos procedimentos que acalme, massageei  a própria natureza, mesmo que isto transgrida a vontade de Deus. 

Como todos somos pecadores, todos somos passiveis de tentar buscar nossas "tradições" e assim corremos os riscos de desagradar a Deus.  

Temos que filtrar nossas ações e atitudes dentro da Palavra de Deus e NÃO buscar interpretações e adições por conta de nosso intelecto para justificar e maquiar nossos pecados.

Jesus Cristo mostrou indignação sobre tais ações, repreendendo os escribas e fariseus, sem meias palavras. Esta repreensão se estende até nós. 


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, 
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

2º Estudo - MATEUS 15:10-14. Jesus chama e diz: Ouvi, e entendei.

A paz do Senhor irmãos!

Conforme o estudo proposto, de Mateus 15:01-20. Veremos neste 2º Estudo o vers. 10-14. Vamos buscar destacar alguns pontos interessantes. O próximo estudo será: 3º Estudo vers. 15-20


Mateus 15

10  E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei:
11  O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem.
12  Então, acercando-se dele os seus discípulos, disseram-lhe: Sabes que os fariseus, ouvindo essas palavras, se escandalizaram?
13  Ele, porém, respondendo, disse: Toda a planta, que meu Pai celestial não plantou, será arrancada.
14  Deixai-os; são condutores cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, ambos cairão na cova.


Jesus Cristo tinha acabado de mostrar toda sua indignação sobre as "tradições" humanas que transgridem a vontade de Deus. No vers. 10  Ele chama a multidão, para que assim, pudesse mostrar a verdadeira vontade de Deus.

Confrontou os escribas e fariseus, mostrando que as tradições que os homens criam devem ser confrontadas diretamente com as Escrituras. 

Jesus Cristo  X  escribas e fariseus - Palavra de Deus X tradições e procedimentos humanos.


Tradição são costumes, isto é, procedimentos e ações que se tomam em certas situações.  Se estes procedimentos, após filtrados na palavra de Deus se salvarem, é por que já estavam dentro do contexto da vontade do Senhor. Desta forma vai agradar a Deus. Mas se estes procedimentos, NÃO estão dentro da vontade de Deus devem ser rejeitadas de imediato, para que não se tornem um erro passado de geração para geração, isto é, que estes procedimentos não se tornem uma "tradição".

Naquele tempo muitos se escandalizavam com os ensinos de Jesus Cristo,(vers.12). Pois diziam, quer fazer uma nova lei, ou um novo mandamento, e etc. Isto é, quer implantar algo inovador fora do contexto do tempo, fora da realidade que viviam embasados pelas tradições e convicções.  

Hoje em dia, também muitos se escandalizam, com os ensinos de Jesus Cristo, pois dizem, estes ensinos são ultrapassados para o nosso tempo, não condizem com a realidade do mundo atual, um novo homem evoluído, dinâmico, instruído, entendidos, com uma vida e costumes condizentes com o tempo atual. E assim mudamos a vontade de Deus  para que atender a vontade do homem.

Mas será que a vontade de Deus é outra, será que Deus é outro? Será que não estamos criando tradições para acalmar nossa humanidade caída, e assim, maquiarmos os pecados que cometemos? Nunca coloque uma tradição humana,  nem no mesmo nível e muito menos acima da Vontade de Deus.

Não nos iludamos, somos pecadores, a única maneira de servir a Deus e buscar em seus ensinamentos, e a único Caminho e a Verdade e a Vida que existe está em Jesus Cristo.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, 
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).




3º Estudo - MATEUS 15:15-20. A verdadeira contaminação do homem.

A paz do Senhor irmãos!

Conforme o estudo proposto, de Mateus 15:01-20. Veremos neste 3º Estudo o vers. 15-20. complementando com vers.10.   Vamos buscar destacar alguns pontos interessantes. 


Mateus 15

10 E, chamando a si a multidão, disse-lhes: Ouvi, e entendei:

15  E Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Explica-nos essa parábola.
16  Jesus, porém, disse: Até vós mesmos estais ainda sem entender?
17  Ainda não compreendeis que tudo o que entra pela boca desce para o ventre, e é lançado fora?
18  Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem.
19  Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.
20 São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem.


Os escribas e fariseus, estavam preocupados com as tradições, e escandalizaram quando Jesus Cristo os confrontou, mostrando que pelas tradições transgrediam a autoridade de Deus.

Neste versículos Jesus Cristo ensina sobre a questão da verdadeira contaminação do homem. 

A contaminação espiritual não é feita pelos tipos de alimentos que entram pela boca do homem. Interessante esta passagem, pois, Jesus Cristo deixa claro sobre o tipo de alimento que está especificando, isto é , alimentos físicos que o homem ingere, e ensina que não é por isto, que o homem será contaminado espiritualmente. Mas sim pelo que está no interior da natureza humana.

obs.: Existem os alimentos espirituais que nos contaminam, aqueles que não entram em nossas vidas pela boca, mas sim: pelos olhos e ouvidos. E assim penetra em nossos corações, e potencializam nossa humanidade caída, desvirtuam o verdadeiro ensino de Cristo. Estes devemos filtrar se agradam, ou não, a Deus.

As tradições ensinavam: que se o homem não lavassem as mãos antes de comer pão, estariam em pecado. Existiam inúmeras outras tradições, que não estavam sendo colocadas em pauta, mas, Jesus Cristo as conheciam, e por isso, os confrontou. Também não estavam se importando com a verdadeira contaminação humana: maus pensamentos, adultérios, prostituições, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. (vers. 19).  Estas ações e pensamentos e que contaminam o homem e assim se tornam transgressores da vontade de Deus.

No mundo atual os seres humanos fazem tantas pesquisas sobre a qualidade dos alimentos. Fazemos tantas dietas, baseadas em alimentos "saudáveis", cuidamos bem do corpo, mas será que estamos cuidando bem da alma? Será que estamos fazendo uma filtragem daquilo que está entrando em nossos corações, potencializando, ou não, nossa humanidade caída? 

Que possamos ouvir quando Jesus Cristo chama para nos ensinar (vers.10)
Que possamos entender o que nos é ensinado. (vers. 16)
Que possamos obedecer, isto é, aplicar em nossas vidas seu ensinamentos.(vers. 17-20)



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, 
ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).