Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

quinta-feira, 30 de junho de 2011

A PARÁBOLA DOS TRABALHADORES NA VINHA

MATEUS CAP. 20

PORQUE o reino dos céus é semelhante a um homem, pai de família, que saiu de madrugada a assalariar trabalhadores para a sua vinha.
2 E, ajustando com os trabalhadores a um dinheiro por dia, mandou-os para a sua vinha.
3 E, saindo perto da hora terceira, viu outros que estavam ociosos na praça,
4 E disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e dar-vos-ei o que for justo. E eles foram.
5 Saindo outra vez, perto da hora sexta e nona, fez o mesmo.
6 E, saindo perto da hora undécima, encontrou outros que estavam ociosos, e perguntou-lhes: Por que estais ociosos todo o dia?
7 Disseram-lhe eles: Porque ninguém nos assalariou. Diz-lhes ele: Ide vós também para a vinha, e recebereis o que for justo.
8 E, aproximando-se a noite, diz o senhor da vinha ao seu mordomo: Chama os trabalhadores, e paga-lhes o jornal, começando pelos derradeiros, até aos primeiros.
9 E, chegando os que tinham ido perto da hora undécima, receberam um dinheiro cada um.
10 Vindo, porém, os primeiros, cuidaram que haviam de receber mais; mas do mesmo modo receberam um dinheiro cada um.
11 E, recebendo-o, murmuravam contra o pai de família,
12 Dizendo: Estes derradeiros trabalharam só uma hora, e tu os igualaste conosco, que suportamos a fadiga e a calma do dia.
13 Mas ele, respondendo, disse a um deles: Amigo, não te faço agravo; não ajustaste tu comigo um dinheiro?
14 Toma o que é teu, e retira-te; eu quero dar a este derradeiro tanto como a ti.
15 Ou não me é lícito fazer o que quiser do que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?
16 Assim os derradeiros serão primeiros, e os primeiros derradeiros; porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.


A paz do Senhor irmãos!

Com grande alegria me sinto ao saber que estão lendo, não o que escrevo, mas sim as palavras transcritas aqui de nosso Deus, pois ele é bom e maravilhoso e nos Ama com um amor incalculável, enviando Jesus Cristo nosso Rei, para nos direcionar e orientar quanto ao verdadeiro caminho de Deus.

-Naqueles dias o trabalho era pago diariamente e o valor era para o sustendo de um dia, o necessário para comprar alimento e azeite para as lanternas.

-Em várias partes das Escrituras Deus faz referencia a necessidade que temos de estar no seu caminho, buscando e nos alimentando da graça e da dependência de Deus todos os dias, e que temos de buscá-lo todo o dia, de sermos fiéis todos os dias e não sair do seu caminho.

Toda palavra de Deus é repleta de Sabedoria e ensinamentos, e esta nos fala também do chamado e da bondade de Deus para nossas vidas.

Vemos o chamado de Deus em nossas vidas, Deus chama pessoas para estar na sua propriedade, e lança este chamado com variações de tempo,(Digo-vos que assim haverá alegria no céu por um pecador que se arrepende, mais do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento - pois este meu filho estava morto e reviveu; tinha-se perdido e foi achado. ... -Lc 15-7 e 24), pois é o tempo de Deus.

Alguns foram logo de madrugada para que no início do dia, e que pela bondade de Deus já estivessem vivendo dentro do seu reino, e também pela bondade de Deus outros foram chamados pela volta do dia e outros quase no final do dia, pois Deus quer que todos se salvem.

Deus tem um tempo para cada um, enquanto aqueles trabalhadores que foram de madrugadas trabalhar na vinha estavam com o dia garantido, sabendo que ao final do dia teriam o sustento para sua casa, pois o trabalho era diário pago ao final do dia e a quantia do sustento do dia, estes estavam com a alto estima elevada, pois levariam alimento para suas famílias, foram os primeiros a receberem esta benção.

Quem já passou um dia alegre, feliz, sem preocupações, sabe que é um dia que passa rápido, tranqüilo e até se tem a impressão que aquele dia foi muito curto.

Enquanto aqueles que estavam ociosos procurando trabalho, estavam sem esperanças de levar o alimento para suas famílias, desanimados sem rumo, abatidos - e quando Senhor da vinha lhe perguntava porque estão ociosos, eles respondiam: porque ninguém nos assalariou - não tinham recebido a oportunidade de que aqueles primeiros tinham recebidos, e com certeza pensavam como chegariam em casa de mãos vazias sem o alimentos para os seus .

Quem já passou um dia de angústias, de preocupações e de incertezas, sabe que é um dia longo, parece sem fim, e quando se sabe que é um dia por vir nem quer que chegue, mas que prolongue aquele intervalo de tempo para que aquele dia não chegue.

Mas mesmo assim os primeiro trabalhadores não souberam avaliar e valorizar esta oportunidade, e que tinham sidos os primeiros a receberem esta benção de Deus, de que passaram o dia resguardados, garantidos e com a certeza que chegariam em casa com as mãos cheias e sustentar suas famílias. Apenas conseguiam enxergar o tempo que estavam ali trabalhando e o esforço físico que cada um tinha realizado, além de não terem tido a sabedoria de discernir que o que foi acordado em pagamento pelo seu trabalho tinha sido cumprido e justo.

Antes de pronunciar alguma palavra devemos avaliar o que vamos falar se estamos sendo justos ou não nas palavras em todos os pontos.

No final do dia, os trabalhadores que primeiro foram chamados, no vers.11 e 12- murmuram, dizendo que trabalharam o dia todo, fadigados pelo sol, enquanto os últimos trabalharam apenas 1 hora, e estavam recebendo o mesmo.

Nesta passagem Jesus Cristo nos fala e nos exemplifica o quanto que nós deixamos de avaliar e valorizar as bênçãos que recebemos, não conseguindo enxergar a proteção, o amor e o mover de Deus nas nossas vidas, para questionar o porquê Deus está sendo bom com outras pessoas.

Muitos que dizem estar servindo a Deus um certo tempo se sentem indignados como está nas escrituras pois dizem - já sirvo ao Senhor a tanto tempo e estes que estão chegando agora, se arrependendo agora, estão recebendo graças que eu não recebi! e não avaliam e valorizam o quanto Deus já fez em suas vidas e as bênçãos que já receberam, não conseguem entender a bondade de Deus, e que se Deus quer abençoar uma pessoa o poder é dele (JR 27:5), não podemos querer dizer a Deus o que é justo ou não, pois somos pecadores e injustos, só existe um Justo que é Deus.(EZ 18:25).

Devemos nos lembrar sempre que Deus tem nos chamado e nos dado a segurança de estar em sua proteção e cuidados, nos livrando das angústias das incertezas, das falsas promessas, armadilhas, que muitas vezes nem temos conhecimento, mas Deus nos livra. Devemos agradecer e dar glórias a Deus pelas coisas que vemos e pelas que não vemos, pois Deus age em nossas vidas de várias formas e muitos livramentos nem tomamos conhecimentos.

Deus, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus está sempre em nossas suas vidas, nos chamando para sua proteção e que nós, tenhamos o discernimento para aceitar e valorizar este chamado com alegria e agradecermos a Deus por tudo em todo o tempo.


Glórias a Deus Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, nos conduza sempre no caminho da Verdade.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo.(JO 14:6).

quinta-feira, 2 de junho de 2011

REVELAÇÃO DE DEUS


JÓ CAPÍTULO 33

6 Eis que vim de Deus, como tu; do barro também eu fui formado.
7 Eis que não te perturbará o meu terror, nem será pesada sobre ti a minha mão.
8 Na verdade tu falaste aos meus ouvidos; e eu ouvi a voz das tuas palavras. Dizias:

9 Limpo estou, sem transgressão; puro sou, e não tenho iniquidade.
10 Eis que procura pretexto contra mim, e me considera como seu inimigo.
11 Põe no tronco os meus pés, e observa todas as minhas veredas.
12 Eis que nisso não tens razão; eu te respondo; porque maior é Deus do que o homem.
13 Por que razão contendes com ele, sendo que não responde acerca de todos os seus feitos?

14 Antes Deus fala uma e duas vezes; porém ninguém atenta para isso.
15 Em sonho ou em visão noturna, quando cai sono profundo sobre os homens, e adormecem na cama.
16 Então o revela ao ouvido dos homens, e lhes sela a sua instrução,
17 Para apartar o homem daquilo que faz, e esconder do homem a soberba.
18 Para desviar a sua alma da cova, e a sua vida de passar pela espada.

19 Também na sua cama é castigado com dores; e com incessante contenda nos seus ossos;
20 De modo que a sua vida abomina até o pão, e a sua alma a comida apetecível.

28 Porém Deus livrou a minha alma de ir para a cova, e a minha vida verá a luz.
29 Eis que tudo isto é obra de Deus, duas e três vezes para com o homem,
30 Para desviar a sua alma da perdição, e o iluminar com a luz dos viventes.




A paz do Senhor irmãos!

Esta palavra nos diz, como o homem pode querer contender com Deus, como pode querer se justificar perante Deus, pois ele é maior do que tudo que existe, ele é o Criador, poderia haver criação maior que seu CRIADOR?

Mas na infinidade do Poder de Deus, existe também a infinidade do Amor e Misericórdia para com o homem, pois ele nos mostra em sonhos, ou da maneira que achar melhor, para mostrar o caminho que deva seguir, a direção, livrando, orientando, instruindo, para salvação do homem das mazelas existentes neste mundo, que levam a morte.

Deus também revela em sonhos ou de outras formas as bênçãos que ele vai entregar, os livramentos que ele promove, Testemunho:

- Em 1992, ia prestar o vestibular da antiga Escola Técnica Federal de Goiás, e na noite antes de me escrever, tive um sonho que estava na fila para fazer inscrição do vestibular para um curso superior.

- Fiz o curso técnico e sempre achei que deveria ter feito o curso superior, e isto me consumia certas vezes. Entretanto, após aproximadamente 17 anos, Deus usou uma irmã de Santa Catarina para que eu tivesse o entendimento deste sonho, que era o seguinte: “ que eu não iria fazer o curso superior naquele momento, como ocorreu, mas que eu estaria na fila para fazer”, e assim foi, comecei fazer este curso superior em 2003/2 e só em no fim de 2008, inicio de 2009 que realmente fui entender aquele sonho que com certeza veio do Senhor, me revelando a benção que me seria entregue. Glórias a Deus!.

Então tive paz de espírito, e sempre falo sobre este testemunho e de como Deus age em nossas vidas, pois pude entender o Tempo de Deus. Ec cap.3- 1 ao 8, e Ec cap.8 - 5 e 6.

E assim é, em todas as áreas de nossas vidas, Deus sempre nos direciona.

Devemos estar atentos as instruções de Deus!!!


Glórias a Deus Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus, nos conduza sempre no caminho da Verdade.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo.(JO 14:6).