Quem sou eu

Minha foto
" 4 - Bem aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar ati, para que habite em teus atrios; nós seremos fartos da bondade da tua casa e do teu santo templo. 5 - Com coisas tremendas em justiça nos responderás, ó Deus da nossa salvação; tu és a esperança de todas as extremidades da terra e daqueles que estão longe sobre o mar; " SALMO 65 (4;5)

sábado, 30 de abril de 2016

Ter fé é confiar em Deus, sem ter a certeza de como, onde e quando

ROMANOS 8
24 Porque, em esperança, somos salvos. Ora, a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê, como o esperará?

25 Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.

A paz do Senhor irmãos!
Confiar no Senhor, ter fé  e ter  esperança, é esperar com a certeza de que Deus está no controle de tudo e que não passa nada sem a sua permissão. 

A confiança verdadeira é o que faz a diferença entre os que tem fé e os que dizem confiar, mas, na primeira dificuldade, ou, porque algo que saiu do seu próprio "controle" ou da sua condição de planejamento,  se escandalizam, e desta forma, esboçam o que realmente está dentro do coração.

Como está no versículo 24, se esperamos algo que temos a certeza que todas a medidas necessárias foram tomadas para qualquer que seja a situação, ou, dificuldade que possa surgir. Assim não estamos tendo fé, mas apenas confiando em nosso planejamento, nos recursos financeiros que temos, e  do plano B, seja ele qual for.   

Mas como aguardar algo que não temos o controle, que não está no nosso planejamento e não  há nenhum plano B, capaz de nos dá o escape necessário, isto, para muitos será loucura, ou não?

Nestes momentos que reconhecemos nossa incapacidade, e nossa inferioridade, abrimos margens e espaço para Deus agir em nossas vidas. Quantos de nós teríamos esperança de entrarmos e sairmos vivos, de um cova de leões famintos, ou, iriamos para o enfrentamento de um exercito de milhares com apenas 300 guerreiros? Estes esperavam algo que a lógica e o bom senso humano não podiam contemplar. 

O confiar no Senhor não quer dizer, ter a certeza que seremos avisados de tudo que acontecerá em nossas vidas, quer receberemos um ofício, um memorial descritivo com todos os detalhes de tudo que vai acontecer em nossas vidas, principalmente sobre o tempo e sobre o que nos fará bem ou mal. 

O confiar no Senhor é ter a certeza que Deus está no controle de tudo, que nada passa fora de sua permissão, e somente Ele pode saber o que é ou será melhor em nossas vidas  e que o seu julgamento é Perfeito e infalível. Juiz Justo. Que seu Amor é único e provado, sua Misericórdia comprovada. 

Que possamos confira e esperar em Deus, independente de qualquer coisa. 



Glórias a Deus.. Aleluias!
Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

quarta-feira, 27 de abril de 2016

O chamamento de Deus

Êxodo 28:1
Depois tu farás chegar a ti teu irmão Arão, e seus filhos com ele, do meio dos filhos de Israel, para me administrarem o ofício sacerdotal; a saber: Arão, Nadabe, e Abiú, Eleazar e Itamar, os filhos de Arão.


A paz do Senhor irmãos!

O senhor nos mostra neste versículo que separa pessoas para trabalharem em certos ministérios. Independente de se sentir capaz ou não, é o Senhor quem convoca e capacitará.

Primeira consciência que temos de ter é que Deus não precisa de nós e nem nunca necessitou de algo que pudéssemos fazer, Ele é o Criador, nós criaturas. Esta convocação é a oportunidade que nos oferece de sermos participantes da obra do Senhor.

O chamamento de Deus é algo que não deve ser deixado de lado, mas sim, ser entendido e atendido. Muitas pessoas não se sentem em paz pois não conseguem discernir e nem entender o que Deus está oferecendo para suas vidas.

O "entender" não pode ter a conotação de ser "convencido" a fazer algo, mas sim, de ter a consciência de que Deus está falando e está sendo direto comigo.

Como discernir o chamamento de Deus?
 É algo que pode ser sentido de dentro pra fora, muitas vezes vai ser tão forte que nos constrange, outras vezes, será entendido pelos direcionamentos de Deus em nossas vidas, nos conduzindo as oportunidades e situações que nos fazem refletir. 

Deus age de diversas formas não somente as descritas acima, pois é soberano. Temos de estar dispostos a ouvir quando Deus falar em nossas vidas, e este falar será da forma que Ele desejar.

Que possamos não deixar de lado o chamamento de Deus para a obra do Senhor, que possamos estar atentos para ouvir, entender e atender a forma com que Deus desejar nos comunicar sua vontade. Que não temamos os desdobramentos em nossas vidas, pois, estes desdobramentos é a certeza de que estamos fazendo a obra de Deus, que está no controle de tudo.



Glórias a Deus.. Aleluias!
Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida.
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

sábado, 9 de abril de 2016

Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.

FILIPENSES 4


11 Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho.

12 Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.
13 Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece.



A paz do Senhor irmãos!

Em nosso período de vida terrena, vamos passar por dificuldades, perseguições, aflições, Jesus Cristo já nos adiantou isto em JO 16:33, tendo Ele mesmo sofrido nesta terra por amor a nós e sem pecado. Se o Filho de Deus passou por tudo isto na  terra, então, por que não vamos  não passar também?

Tendo esta consciência necessária das dificuldades que serão experimentadas neste período  terreno, observamos a afirmação de Paulo em reconhecer e confiar em Cristo que o provê de discernimento, força, sustento, proteção, coragem e fé, e assim sendo, passar por todas as dificuldades e necessidades que estiver atravessando na pregação da obra de Deus. 

Em todo o tempo Paulo teve discernimento para  aproveitar o momento que estivesse vivendo, utilizando este tempo para fazer a obra de Deus.

Deus é o nosso auxilio e o nosso escudo SL 115:9-11. Se Deus é por nós quem será contra nós. Mas os planos de Deus não são os nossos.

Hoje em dia se um "servo" do Senhor for preso, já o julgariam de forma máxima como falso profeta etc. Talvez o próprio perdesse a fé se algo desse errado em sua vida, como por exemplo: Adquirir dívidas que não são compatíveis com suas condições e não conseguir pagar, não conseguir viajar para o congresso no litoral,  ou  estiver com a igreja vazia. 

Deus conhece os corações sinceros e os trabalhará da forma que o convêm e não da forma que queremos. Em tudo e em todas as situações o Senhor nos fortalece.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

quinta-feira, 7 de abril de 2016

É agora, no hoje, que temos de nos Alegrar na presença de Deus.

A paz do Senhor irmãos!

Tempos de crises,  tempos difíceis, mas como já comentei em outros textos, estas dificuldades não é exclusividade de um país ou nação. 

Mas é nestas situações que podemos cultivar nossa fé e confiança no Senhor e Salvador de nossas vidas, Jesus Cristo. Aquilo que tenho de passar, outra pessoa não passará no meu lugar. O que a minha nação tem de passar outra nação não passará no seu lugar. Tudo tem um propósito. 

Nos tempos de dificuldade vem a oportunidade de cultivarmos nossa confiança e fé no Senhor Jesus Cristo. Deus é o nosso auxílio e o nosso escudo. (SL 115: 9-11). Se o Senhor é o auxílio e também escudo, por que não vamos nos alegrar na presença de Deus. 

Ninguém passará prova que não possa suportar. (1º CO 10:13). Porém  muitos não aceitam o tratamento de Deus. Alguns  não dizem, mas tem a postura implícita que - "Aceito a dificuldade se Deus agir da forma que "Eu" quero", não dá forma que Deus quer. 

Se aceitamos o agir de Deus, se confiamos que Ele é o nosso auxílio e escudo, então, devemos no alegrar na presença do Senhor. Pois Ele já provou o seu amor e a sua misericórdia para com os homens. 

HABACUQUE 3
17  Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas;
18  Todavia eu me alegrarei no SENHOR; exultarei no Deus da minha salvação.
19  O SENHOR Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de corda).

Não adianta apenas reconhecer esta passagem bíblica como bela e edificante, temos de colocá-la em pratica em nossas vidas. Deixemos de murmurar e nos alegremos!!!

SALMO 117
1  LOUVAI ao SENHOR todas as nações, louvai-o todos os povos.
2  Porque a sua benignidade é grande para conosco, e a verdade do SENHOR dura para sempre. Louvai ao SENHOR.

A verdade e o agir de Deus é eterno!!!

Nós temos escolhas: 
- Passarmos pela dificuldade entristecidos e murmurando, culpando a Deus e o mundo.
- Passarmos pela dificuldade buscando cultivar o nosso relacionamento com mais sinceridade    
   perante o SENHOR.

Alegremos irmãos na presença de Deus, na dificuldade, perseguição, necessidade, no tempo que somos oprimidos e injustiçados. Mas que façamos isto com coração sincero, nenhuma dificuldade é eterna e nem maior que Deus, mas o Agir do SENHOR sim.      

      
Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

terça-feira, 5 de abril de 2016

Orar é o cultivo de nossa comunhão com o Pai.

A paz do Senhor irmãos!

Uma postagem do Pr. Olavo Feijó, achei muito interessante uma frase do texto que diz: orar é o cultivo de nossa comunhão com o Pai. 

Irmãos Será que estamos tendo zelo pelo cultivo de nossa comunhão com Deus?



" Gotas Bíblicas
Então, por que orar?  -   Pr: Olavo Feijó

Mateus 6:8 - Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.

Jesus criticou a postura tradicional dos praticantes da oração. Uma oração, disse Ele, não vale pela repetição de frases, nem deve parecer como uma longa lista de encomendas. “Não sejam iguais a eles, porque o seu Pai sabe do que vocês precisam, antes mesmo de o pedirem” (Mateus 6:8).

O Senhor conhece as nossas petições e conhece nossas reais necessidades. Ele sabe do que nós “precisamos”, independentemente das nossas explicações. Felizmente, nem todas as nossas demandas são atendidas ao pé da letra. Isto significa dizer que a providência divina é o maior seguro que temos, capaz de nos livrar dos perigos de nossa imaturidade espiritual.

Todavia, mesmo reconhecendo tudo isso, é válido perguntar: se não é só para pedir, para que serve a oração? É legítimo dizer que orar é o cultivo de nossa comunhão com o Pai. Orar é uma das formas de vivermos o amor do Pai por nós e nosso amor por Ele. Na oração que Jesus nos ensinou, o grande pedido é “venha o Teu Reino: seja feita a Tua vontade...”. Só então, reconhecemos que Ele satisfaz, realmente, nossas necessidade, representadas pelo “pão nosso de cada dia”. Orar é experimentar, diariamente, a bênção de termos um “Pai nosso”, que quer manter comunhão conosco, de acordo com a sabedoria e o amor que Ele tem por nós."


Que possamos cultivar e cuidar de nossa comunhão com o SENHOR, com dedicação e atenção em todo o tempo , o porvir, temos de entregar e confiar nas mãos e no agir de Deus.


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Direcionamentos de Deus!


MATEUS 2
9 E, tendo eles ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela, que tinham visto no oriente, ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o lugar onde estava o menino.
10 E, vendo eles a estrela, regozijaram-se muito com grande alegria.
11 E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.
12 E, sendo por divina revelação avisados em sonhos para que não voltassem para junto de Herodes, partiram para a sua terra por outro caminho.
13 E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar.
14 E, levantando-se ele, tomou o menino e sua mãe, de noite, e foi para o Egito.

A paz do Senhor irmãos!
O direcionamento de Deus é algo maravilhoso, porém, para muitos de maneiras incompreensíveis e não compatível com o que se espera. 

Muitos vão querer saber o porquê disto ou daquilo, e desta maneira, diluem e perdem a essência da mensagem de Deus. Os magos estavam numa Jornada espiritual, com um objetivo de adorar um rei estrangeiro! quem sai de uma terra para adorar o nascimento de um rei numa terra longínqua baseado em profecias que nem mesmos os detentores de tais, estão atentos? Somente os que ouvem a voz e os direcionamento do Altíssimo, Deus do universo. 

Após encontrarem o Messias prostaram-se e o adoraram, entregaram seus presentes. Após cumprindo seus objetivos, foram avisados em sonho para não voltar pelo mesmo caminho, e assim o fizeram, mesmo sabendo que o rei Herodes lhes tinha feito uma recomendação de avisá-lo sobre a localização da criança. Preferiram dar ouvidos a Deus do que a solicitação de um homem mesmo sendo um rei.

José também foi avisado para não ficar naquele lugar, pois, corriam perigo. Também atenderam ao aviso de Deus e assim partiram para o Egito. 

Nas duas situações, o ouvir os direcionamentos de Deus fez toda a diferença para o bem daqueles que receberam estes direcionamentos.

Muitas vezes somos avisados e alertados por Deus, sobre várias situações em nossas vidas. Estar atentos e aproveitar estes direcionamentos é por nossa conta. 

Quantas vezes o Senhor nos direciona e não damos a devida atenção, acreditamos que são apenas coisas de nossas imaginações e figuras de nossos inconsciente. E desta maneira caímos no pecado e nas mãos do inimigo.

Lógico que temos de estar atentos a questões de sonhos e visões, o inimigo tenta nos enganar de todas as formas. Oremos, busquemos da palavra de Deus, peçamos a Jesus Cristo o livramento e revestimento, desta forma, poderemos ouvir e entender melhor quando Deus quer falar em nossas vidas. 

Já tive vários direcionamentos de Deus em sonhos, já aproveitei vários e tive sucesso no livramento, outros, não dei o devido valor e acabei pagando um preço alto, em não valorizar os avisos que Deus nos concede.

Esta noite Deus me concedeu um direcionamento através de sonho. Não entendi o sonho de imediato, mas meditando sobre, me veio a peça que faltava no quebra cabeças, quando testei esta possibilidade se confirmou verdadeira. Realmente foi o direcionamento de Deus, livrando de possíveis questões que não iriam de alguma forma fazer bem para minha vida e nem de outras pessoas.

Obrigado Senhor Jesus Cristo pelo direcionamento, livramento e revestimento que preciso tanto. O Senhor age de formas que o homem muitas vezes não vai entender, mas não precisamos entender, e sim atender quando o Senhor nos dá o direcionamento.



Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 
Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

domingo, 3 de abril de 2016

A Soberania, Misericórdia e o Amor de Deus

Atos 5
38 E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará,
39 Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus.

Atos  10

34 E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas;
35 Mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.



 Atos 11
17 Portanto, se Deus lhes deu o mesmo dom que a nós, quando havemos crido no Senhor Jesus Cristo, quem era então eu, para que pudesse resistir a Deus?


A  Paz do Senhor irmãos!
Nestas três passagens podemos fazer várias observações, mas o foco de hoje é sobre a Soberania, a Misericórdia e o Amor de Deus.

Os registro em Atos  5 nos mostra que Gamaliel tinha o discernimento que as coisas que não são de Deus, mais cedo ou mais tarde, são desmanteladas, dissipadas e não mais serão lembradas. Mas também se uma obra é de Deus nem prisões,  reis, até o mar não resistirá e abrirá se for necessário, nada poderá ficar  de pé, ou, resistir ao  Senhor.

Não somente as questões físicas são consideradas "barreiras" ou "impedimentos" a vontade de Deus, se isso é  possível,  mas também as questões culturais, "religiosas" e pessoais como encontramos em Atos 10. Observamos que mesmo dentro da igreja que se formou com os Apóstolos, membros ficaram espantados com a atitude de Pedro  ter ido a casa de uma pessoa estrangeira "ímpia" e até foi convocado a prestar esclarecimentos junto a igreja, que num primeiro momento  nos é saltado um sabor amargo, mas que se finda como algo doce, pois, foi para edificação da igreja,  constatar a misericórdia, a soberania e  o amor de Deus para sua criação sem discriminação.

Se tem o registro que aquele a quem Pedro foi direcionado, já tinha sido aprovado por Deus, (AT 10:1-6) este é ponto merecedor de nossa atenção, ser aprovado pelo Senhor. Deus não faz acepção de pessoas.  Deus se agrada daquele que o teme e segue seus ensinamentos, isto, em qualquer lugar e em qualquer nação. 

E foi neste contexto que Gamaliel entendeu que devemos aceitar a vontade de Deus, pois, o que não for do Senhor  será despedaçado e esquecido, e Pedro finaliza sua  "defesa" reconhecendo, se Deus aprovou, então, quem era ele, para não aceitar a soberania, a  misericórdia e o amor de Deus.

As vezes afirmamos sermos servos do Senhor e aceitar sua vontade, desde que a vontade de Deus esteja  balizada com a nossa. O "Eu" é que deve ser atendido, mimado e saciado.

Queremos o Amor e a Misericórdia de Deus, mas, ao vermos outras pessoas, de outras "religiões" e até mesmo dentro do nosso circulo de  vivência, serem abençoados, já dizemos, ou pensamos,   abominações, julgamos, pois,   nos sentimos esquecidos, e assim nos desviamos da vontade de Deus.

Que não desanimemos, para não cairmos no deserto, pelas nossas rebeldias.

Que possamos  aceitar a Soberania, a Misericórdia e o Amor  de Deus, da forma como Deus determina.


Glórias a Deus.. Aleluias!
Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).

sábado, 2 de abril de 2016

A união é de Deus

1 Coríntios 12


12 Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
13 Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.


15 Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
16 E se a orelha disser: Porque não sou olho não sou do corpo; não será por isso do corpo?
17 Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?


18 Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
19 E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
20 Assim, pois, há muitos membros, mas um corpo.


21 E o olho não pode dizer à mão: Não tenho necessidade de ti; nem ainda a cabeça aos pés: Não tenho necessidade de vós.


22 Antes, os membros do corpo que parecem ser os mais fracos são necessários;
23 E os que reputamos serem menos honrosos no corpo, a esses honramos muito mais; e aos que em nós são menos decorosos damos muito mais honra.
24 Porque os que em nós são mais nobres não têm necessidade disso, mas Deus assim formou o corpo, dando muito mais honra ao que tinha falta dela;
25 Para que não haja divisão no corpo, mas antes tenham os membros igual cuidado uns dos outros.


26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
27 Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.


A paz do Senhor irmãos!
O Senhor direciona a sua  palavra para dissipar as contendas dentro das igrejas,  usando como analogia os membros de um corpo.  As mãos poderia dizer: não necessito dos pés?   ou o Olho dizer não preciso do nariz?. E foram citados apenas os membros vistos pelos olhos, poderíamos também analisar a importância de membros, partes do corpo que não são vistos pelos olhos do homem, mas que são vitais, como: Coração, Figado, Pulmões, Intestino(também chamado de "anjo da guarda" da integridade da saúde). etc. Para mostrar que existem partes do corpo, mesmo não vistas, que tem suma importância para o bem de todo o corpo. 

Por isso Paulo ministrou este ensino para acabar com as divisões dentro da igreja e da comunidade, mostrando que todos tem importância naquilo que se propõe a fazer perante Deus. Porém muitos membros acabam se deixando envaidecer pelo "status" ou visibilidade que alguma ocupação exige dentro da igreja, e não conseguem enxergar que  a vaidade é inimiga do bom trabalho que se realiza para Deus. Corações ensoberbecidos dificilmente agradarão a Deus. Poderão até expulsar demônios, fazer curas e maravilhas, mas, correm o risco de na presença de Deus, ouvir a seguinte resposta: 

Mateus 7
22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.

A união e a paz é de Deus, temos de entender em qual função podemos fazer o nosso melhor para Deus, e assim o façamos. Não para obter o agrado de Deus, pois não somos merecedores, nem honras dos homens, mas como servos que os somos, cumprir com nossa obrigação  e felizes por isto. Virão sim as tribulações, mas no Senhor resistiremos. Deus conhece nossos corações, sabe quando buscamos com sinceridade. Não podemos querer  tentar enganar ao Senhor.

A desunião é algo que pode começar dentro de casa e se arrastar para a igreja, ou, dentro do serviço e e contaminar nossa casa,  ou vice-versa. Temos de ter atenção e vigiarmos em todo o tempo. Divisões não é do Senhor. Não podemos agir e nem ao menos pensar que nossas atividades são mais importantes do que outras, ou que sejam menos importantes também. 

Temos de buscar forças para resistir aquela vontade enorme de discutir para que a nossa, "HONRA, VONTADE, ORGULHO, OPINIÃO, DETERMINAÇÃO. etc"  seja respeitada a todo custo, ou, esteja tomando frente da "Humildade, Compreensão, Sabedoria, Perdão, Mansidão".  Assim sendo, não consigamos ouvir a voz do Espírito Santo de Deus e  nem colocar em prática os direcionamentos de Jesus Cristo. Sem estes preceitos veremos nossas vidas em perfeitas tribulações.

Que possamos orar a Deus, pedir a Jesus Cristo revestimento para nossa família, viver e buscar viver  praticando a união. 


Glórias a Deus.. Aleluias!

Que a Graça do Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo de Deus,
Ilumine e nos fortaleça no Caminho do Senhor.

Jesus Cristo te Ama!
Ele é o Caminho e a Verdade e a Vida. 

Ninguém chega ao Pai se não for através, unicamente, de Jesus Cristo. (JO 14:6).